Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Comitê Organizador promete Rio-2016 dentro do prazo

Após críticas do COI, organizadores pediram foco na preparação dos Jogos

Por Da Redação 29 abr 2014, 16h39

Depois de sofrer duras críticas do vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), John Coates, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro garantiu nesta terça-feira que cumprirá o cronograma estipulado. “Temos uma missão histórica: organizar os primeiros Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Brasil e da América do Sul. Vamos cumpri-la. Em 2016 o Rio organizará Jogos excelentes que serão entregues dentro do prazo e dos orçamentos já anunciados”, divulgou o comitê, em nota.

Em VEJA desta semana: Rio 2016: é hora de correr com a organização

O Comitê Organizador também pediu foco maior na preparação para o evento e não em criar novas discussões sobre os atrasos das obras. “Já passamos da hora em que discussões genéricas sobre o progresso da preparação possam contribuir com a evolução da jornada rumo aos Jogos. É tempo de focarmos mais no trabalho e no engajamento.” Coates declarou nesta terça-feira que a preparação do Rio é a pior da história, abaixo até de Atenas 2004, cujos atrasos alarmaram o Movimento Olímpico. Preocupado, o COI anunciou há algumas semanas uma intervenção para acelerar as obras da Rio-2016.

Leia também:

Rio-2016: vice do COI diz que nunca viu tantos problemas

Orçamento da Olimpíada do Rio chega a R$ 36,7 bilhões

Paes afirma que ‘perde o sono’ com as obras de Deodoro

Continua após a publicidade

COI anuncia intervenção para acelerar obras da Rio-2016

COI reforça advertência a Rio-2016 e pede: ‘É hora de agir’

Os organizadores também falaram dos avanços que o Rio tem feito, citando a divulgação do orçamento para os projetos de infraestrutura da cidade e das licitações do Parque Olímpico de Deodoro, ambas em abril, que segundo eles, “são iniciativas cruciais e inequívocos sinais de avanço”. O comunicado também ressaltou que o trabalho feito pelas esferas federal, estadual e municipal, com a ajuda do Comitê Olímpico Internacional, estão funcionando.

A integra do comunicado:

“Já passamos da hora em que discussões genéricas sobre o progresso da preparação possam contribuir com a evolução da jornada rumo aos Jogos. É tempo de focarmos mais no trabalho e no engajamento. Os anúncios recentes do orçamento para os projetos de infraestrutura e legado, além do lançamento da licitação para as obras do Parque Olímpico de Deodoro são iniciativas cruciais e inequívocos sinais de avanço. O trabalho em conjunto com as três esfera do governo, federal, estadual e municipal, está funcionando. O suporte do Comitê Olímpico Internacional também.

“Temos uma missão histórica: organizar os primeiros Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Brasil e da América do Sul. Vamos cumpri-la. Em 2016 o Rio organizará Jogos excelentes que serão entregues absolutamente dentro do prazo e dos orçamentos já anunciados”.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade