Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comitê Olímpico dos EUA é processado por negligência no caso Nassar

O ex-médico da equipe americana de ginástica foi condenado por abuso sexual a atletas

Um grupo de 51 mulheres entrou com uma ação contra o Comitê Olímpico dos Estados Unidos, os membros de seu conselho e ex-oficiais da entidade por negligência no caso do médico Larry Nassar. Ele foi condenado por abuso sexual a ginastas da seleção americana – incluindo as campeãs olímpicas Simone Biles, Gabby Douglas, Aly Raisman, Jordyn Wieber e McKayla Maroney, que, à época do julgamento, se manifestaram pelas redes sociais, contando o que haviam passado.

O processo, impetrado na Corte Federal de Denver, no Colorado, traz abusos cometidos por Nassar desde o final dos anos 1990 e detalha um caso de uma vítima que teria 8 anos de idade quando foi abusada. Situações como essa, inclusive, foram recorrentes: como as atletas eram muito jovens, não tinham noção do que estava acontecendo. Somente quando o caso foi a público elas tiveram a real dimensão do que haviam passado.

A ação cita também a conivência do Comitê com os abusos, uma vez que a entidade já estava ciente de relatos de abuso de Nassar e nada fez para combater o crime. A entidade ainda não se manifestou sobre a ação.