Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Começa hoje: 11 motivos para acompanhar a temporada da NBA

LeBron James de time novo, Golden State Warriors em busca do tri e possibilidade da despedida de um brasileiro são algumas das atrações

A temporada 2018/19 da NBA começa nesta terça-feira com diversas atrações. A maior novidade será a estreia oficial de LeBron James vestindo a camisa do Los Angeles Lakers, segunda franquia mais vitoriosa da liga, com 16 títulos. Mas há outros grandes destaques, como a presença de novatos talentosos e maior concorrência para o campeão Golden State Warriors.

O aumento de audiência da NBA no Brasil vem sendo constante e contraria a ideia de que brasileiros só assistem modalidades em que atletas nacionais são protagonistas, já que o número de jogadores brasileiros na liga caiu nos últimos cinco anos. Restam apenas três com contratos garantidos: Nenê, do Houston Rockets, Raulzinho, do Utah Jazz e Cristiano Felício, do Chicago Bulls.

Além disso, o alto nível, dinâmica de jogo, cultura, música, estilos diferentes, grandes jogadores e polêmicas de viés político e econômico aumentam o fascínio do público jovem americano e brasileiro com a nova temporada da NBA. Confira, abaixo, algumas das atrações.

11 motivos que tornam a nova temporada da NBA imperdível:

1. LeBron James no Los Angeles Lakers:

LeBron James durante pré-temporada contra o Denver Nuggets

LeBron James durante pré-temporada contra o Denver Nuggets (Orlando Ramirez/USA TODAY Sports/.)

O time dos Lakers conta com jogadores talentosos, mas ainda novos. A chegada do “Rei” pode ser o começo de uma reedição do Showtime (hora do show, na tradução em inglês), como era conhecido o time dos Lakers na década de 80, sob comando de Magic Johnson.

2. Campeão Golden State Warriors reforçado:

Kevin Durant, Draymond Green, Stephen Curry, Klay Thompson e DeMarcus Cousins

Kevin Durant, Draymond Green, Stephen Curry, Klay Thompson e DeMarcus Cousins (Ezra Shaw/Getty Images)

Os atuais campeões apresentaram DeMarcus Cousins, pivô medalhista olímpico em 2016, no Rio, como novo reforço para a temporada e agora possuem um quinteto titular completamente formado por all stars.

3. Tradição e juventude dos Celtics pode derrubar os Warriors:

O jogador do Boston Celtics, Kyrie Irving, durante partida contra o Atlanta Hawks - 18/11/2017 Kyrie Irving, durante partida contra o Atlanta Hawks – 18/11/2017

Kyrie Irving, durante partida contra o Atlanta Hawks – 18/11/2017 (Scott Cunningham/NBAE/Getty Images)

Maior campeão da NBA, com 17 títulos, o Boston Celtics tem o futuro garantido com jovens jogadores de muito talento, comandados pelo armador Kyrie Irving e o ala Gordon Hayward, recuperado de lesão na perna. Os Celtics são a maior ameaça aos atuais campeões.

4. Competitividade no Oeste:

Russell Westbrook do Oklahoma City Thunder e James Harden do Houston Rockets

Russell Westbrook do Oklahoma City Thunder e James Harden do Houston Rockets (Bill Baptist/NBAE/Getty Images)

Com o Golden State Warriors praticamente garantido nos playoffs, sobram sete vagas que serão disputadas por times de alto nível, como Oklahoma City Thunder, Houston Rockets, Portland Trail Blazers, San Antonio Spurs, Minnesota Timberwolves, Denver Nuggets, Los Angeles Lakers e New Orleans Pelicans.

5. LeBron pode ficar de fora da final depois de muito tempo:

NBA Cleveland Cavaliers vs Boston Celtics Lebron James na última final pelos Cavaliers

Lebron James na última final pelos Cavaliers (David Butler II/USA TODAY Sports/Reuters)

Há oito anos o mundo não sabe o que é uma final de NBA sem LeBron James. O ala tricampeão, de 34 anos, está de casa nova, mas em uma conferência mais difícil e com um time mais frágil do que o Cleveland Cavaliers, sua ex-equipe.

6. Despedida de Nenê?

Nenê Hilario do Houston Rockets tenta tirar a bola de DeMarre Carroll do Broklyn Nets em Nova York – 06/02/2018

Nenê Hilario do Houston Rockets tenta tirar a bola de DeMarre Carroll do Broklyn Nets em Nova York – 06/02/2018 (Kathy Willens/AP)

Aos 36 anos, o ala-pivô brasileiro entra na sua 18ª temporada na NBA – um recorde entre brasileiros – e tem cada vez menos minutos dentro de quadra em jogos do Houston Rockets.

7. “A última dança” de Dwyane Wade:

Dwyane Wade após marcar ponto em partida contra o Philadelphia 76ers

Dwyane Wade após marcar ponto em partida contra o Philadelphia 76ers (Lynne Sladky/AP)

Tricampeão com o Miami Heat, o ala-armador voltou ao time da Flórida na última temporada e decidiu que fará uma tour de despedida da NBA, no qual intitulou de “last dance” (última dança, na tradução em inglês), pois ele irá se aposentar ao final da temporada, aos 37 anos.

8. Disputa pelo prêmio de MVP mais aberta do que nunca:

James Harden

James Harden (Will Navarro/NBAE/Getty Images)

Depois de Kevin Durant, Stephen Curry – duas vezes -, Russell Westbrook e James Harden conquistarem o prêmio de jogador mais valioso do ano, a disputa também inclui nomes como de LeBron James, Anthony Davis e Giannis Antetokounmpo entre os favoritos.

9. Último ano da dinastia do Golden State?

Kevin Durant

Kevin Durant (Kyle Terada/USA TODAY Sports/.)

O contrato do pivô DeMarcus Cousins se encerra ao final da temporada e o ala Kevin Durant pode optar por sair do seu contrato de dois anos, também ao final do campeonato, para tentar procurar um novo destino. O ala-armador Klay Thompson está sendo especulado como futuro reforço dos Lakers, ex-clube de seu pai, Mychal Thompson.

10. Novatos prodígios em disputa acirrada:

Luka Doncic, do Dallas Mavericks e DeAndre Ayton, do Phoenix Suns

Luka Doncic, do Dallas Mavericks e DeAndre Ayton, do Phoenix Suns (Jim Cowsert/AP/Christian Petersen/Getty Images/AFP)

Após a polarização entre os talentosos Donovan Mitchell e Ben Simmons no último ano, a disputa pelo prêmio de melhor novato do ano agora está em aberto para os jovens Luka Doncic, ex-Real Madrid e atual Dallas Mavericks, DeAndre Ayton, do Phoenix Suns, Trae Young, do Atlanta Hawks, e Marvin Bagley, do Sacramento Kings.

11. Maior número de jogos transmitidos na história do Brasil:

Jogadores do Golden State Warriors comemoram

Jogadores do Golden State Warriors comemoram (Carlos Osorio/AP)

Em alta no Brasil, a NBA terá mais de 300 jogos da temporada regular com transmissões em emissoras brasileiras, sem contar jogos dos playoffs, que também serão transmitidos.

Jogos desta terça-feira na NBA:

Oklahoma City Thunder x Golden State Warriors

Philadelphia 76ers x Boston Celtics