Clique e assine com 88% de desconto

Com volta de Deco e Fred, Flu fica no 0 a 0 com Inter

Por Da Redação - 10 jun 2012, 19h18

Por Leonardo Maia

Rio – Nem mesmo o retorno de um trio importante como Deco, Fred e Wellington Nem inspirou o Fluminense a superar o Internacional, que por seu lado tinha uma bateria de desfalques de destaque. Sem Leandro Damião, Oscar, Dátolo, D’Alessandro e Guiñazu, os colorados hão de comemorar o pontinho conquistado neste domingo, no Engenhão, com um modorrento 0 a 0, pela 4ª rodada do Brasileirão.

Com oito pontos, os gaúchos se colocam na parte superior da tabela e administram bem as dificuldades destas primeiras rodadas sem a força máxima. Já os cariocas têm de lamentar uma atuação muito fraca em seus domínios e o terceiro empate seguido na competição, que o levam a apenas seis pontos no bolo intermediário da tropa.

“Fizemos um bom jogo. Criamos duas, três situações de gol e não convertemos”, disse Deco, ignorando a falta da disposição de sua equipe em buscar a vitória diante de um adversário mais interessado em cozinhar um resultado que lhe parecia favorável. “Foi um jogo truncado, o campo estava judiado. Levamos um ponto para casa com uma equipe muito modificada”, ponderou Dagoberto.

Publicidade

Os rivais, que se enfrentaram há um mês na Libertadores em jogo mais eletrizante, têm uma semana para se ajustar, recuperar os lesionados e voltam à ação no sábado. O Inter recebe o Botafogo. O Fluminense enfrenta a Portuguesa, no Engenhão.

O JOGO – Deco fazia bom retorno ao time e ditava o ritmo dos donos da casa com belos lançamentos em profundidade. Wellington Nem se movimentava bem e não apresentava, pelo menos no primeiro tempo, sinais de desgaste devido à viagem de volta dos Estados Unidos, onde defendeu a seleção brasileira.

Fred, reforço de última hora, apareceu menos, mas quase marcou no único lance real de gol durante os primeiros 45 minutos. Deco fez lançamento precioso para Thiago Carleto, que tocou de primeira para Nem. O garoto superou Rodrigo Moledo e chutou cruzado. Fred chegou uma fração de segundo atrasado.

O gramado do Engenhão suportou bem a chuva constante dos últimos dias no Rio, mas o miolo das grandes áreas estava muito castigado pelos jogos de Botafogo (quinta) e Flamengo, no dia anterior.

Publicidade

Os desfalques eram sentidos mais pelo lado dos gaúchos. Sem seus melhores armadores – Oscar, Dátolo e D’Alessandro – os visitantes nada criaram, a não ser em chutes de média distância e bolas paradas.

“Não fizemos uma grande partida, mas chegamos bem ao fundo uma seis vezes. Poderíamos ter saído em vantagem”, analisou o técnico tricolor, Abel Braga, projetando mais 20 minutos em campo para Fred.

Mas quem saiu nessa marca foi Nem, para a entrada de Matheus Carvalho. Mas nem essa nem outras mexidas dos dois treinadores deram resultado e o jogo se arrastou num tedioso empate sem gols que não motivou a pequena torcida presente ao estádio do subúrbio carioca numa noite fria.

FICHA TÉCNICA:

Publicidade

FLUMINENSE 0 x 0 INTERNACIONAL

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Anderson e Thiago Carleto; Edinho, Jean, Deco e Wagner (Lanzini); Wellington Nem (Matheus Carvalho) e Fred (Samuel). Técnico: Abel Braga.

INTERNACIONAL – Muriel; Nei, Indio, Rodrigo Moledo e Fabrício; Elton, Sandro Silva, Jajá e Marcos Aurélio (Mike); Dagoberto (Fred) e Gilberto (Maurides). Técnico: Dorival Júnior.

CARTÕES AMARELOS – Edinho; Elton, Dagoberto.

Publicidade

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ).

Publicidade