Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Vettel colado na grade, McLaren de Senna faz aquecimento em Interlagos

Piloto alemão assistiu vidrado ao ensaio da homenagem para o brasileiro no Autódromo de Interlagos

A idolatria do hexacampeão mundial Lewis Hamilton por Ayrton Senna é algo amplamente conhecido – e fez com que o inglês ganhasse ainda mais apoiadores no Brasil. Porém, nesta quinta-feira, 14, outro piloto mostrou ser fã de carteirinha de Senna. Ou, pelo menos, de seu carro mais famoso. O alemão Sebastian Vettel ficou grudado no alambrado enquanto a McLaren MP4/4, modelo usado pelo brasileiro na conquista de seu primeiro título mundial de Fórmula 1, em 1988, desfilava na pista do Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Nas duas vezes em que a McLaren parou nos boxes, Vettel, que é tetracampeão mundial, se aproximou do bólido, rodeou o carro e dava a impressão de que, se alguém oferecesse uma chance de pilotá-lo, ele a aceitaria na hora. Mas quem teve o prazer de guiar a máquina histórica foi o sobrinho de Ayrton, Bruno Senna, atualmente piloto no Campeonato Mundial de Endurance (WEC). Ele desfilará com o carro duas horas antes da largada do Grande Prêmio do Brasil, no domingo 17. A ação fará parte de uma homenagem que a principal patrocinadora da corrida fará para relembrar os 25 anos sem o tricampeão mundial.

No ensaio desta quinta-feira, várias imagens celebraram Ayrton Senna e devem causar emoção nos torcedores que estiverem em Interlagos no domingo, 17. Bruno pilotou com seu capacete verde e amarelo – não uma réplica do que o tio usava, mas com pintura muito similar. No final, ele empunhará, dentro do cockpit, uma bandeirinha do Brasil, tal qual fez o tricampeão na vitória no GP do Brasil de 1993.

Veja também

A volta de Bruno Senna com a McLaren MP4/4, o carro mais icônico de Ayrton na Fórmula 1, está marcada para às 12h05, duas horas antes do Grande Prêmio do Brasil de 2019.