Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com um a mais, Fluminense derrota Sport e pressiona Galo

Com gol de Samuel no final do segundo tempo, tricolor carioca se iguala em pontos ao líder Atlético Mineiro, que tem dois jogos a menos

Desfalcado de vários titulares, o Fluminense encontrou muitas dificuldades diante do Sport, mas conseguiu vencer por 1 a 0, gol marcado por Samuel no segundo tempo, em partida disputada na noite deste sábado, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O resultado fez o Tricolor das Laranjeiras chegar aos 39 pontos e se igualar ao líder Atlético MG, que tem dois jogos a menos e mais vitórias que o time carioca. O Sport, que não vence há oito partidas e não marca há seis rodadas, segue com 14 pontos ganhos, na 18ª posição.

O Fluminense sentiu muito a falta do artilheiro Fred, mas mereceu a vitória por sua postura ofensiva. O time carioca criou várias chances de gol e poderia ter alcançado um placar mais elevado, mas muitas oportunidades foram desperdiçadas por seus jogadores de ataque.

A equipe pernambucana se queixou muito da arbitragem de Leandro Vuaden que, além de expulsar o volante Tobi, ainda colocou o técnico interino Gustavo Bueno e o preparador físico para fora, por reclamação. Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Vasco, enquanto o Sport terá o Náutico pela frente.

O jogo – A partida começou quente. Antes do primeiro minuto, William Rocha e Wallace se chocaram violentamente no meio-campo, o que resultou em muitas reclamações por parte dos tricolores. Eles queriam a expulsão do jogador da equipe pernambucana, que passou a ser vaiado sempre que tocava na bola. E foi o Sport que criou a primeira jogada de perigo aos cinco minutos. William Rocha lançou Rithelly livre na área, o apoiador deslocou o goleiro Diego Cavalieri, que saiu para fechar o ângulo, mas mandou a bola para fora. Logo depois, foi a vez de Cicinho cruzar com perigo e obrigar o goleiro tricolor a se empenhar para dar um soco na bola e afastar o perigo da sua área.

Mesmo assim, o primeiro tempo foi marcado pela pressão do Flu sobre o Sport. O time carioca voltou à segunda etapa com o volante Diguinho no lugar do lateral Wallace, que estava se queixando de dores. Jean foi deslocado para fazer a função pela direita. Logo aos três minutos, o Tricolor das Laranjeiras criou uma ótima chance para marcar. Thiago Neves percebeu a penetração de Wagner e fez o passe. Wagner entrou na área e chutou, mas o goleiro Magrão salvou com os pés.

Técnico expulso – Aos 19 minutos, Thiago Neves bateu falta e Magrão defendeu com segurança. O técnico Gustavo Bueno reclamava muito das seguidas faltas marcadas pelo árbitro perto da área do Sport e acabou expulso de campo. E, aos 33 minutos, Tobi, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura sobre Thiago Neves, recebeu nova advertência e foi expulso de campo, deixando o Sport com dez jogadores em campo.

Aos 37 minutos, o Fluminense se aproveitou da vantagem numérica e marcou. Carlinhos cruzou da esquerda e Samuel se antecipou à zaga para colocar no canto esquerdo de Magrão, sem chances para o goleiro do Sport. Nos minutos finais, o Sport ainda tentou pressionar, mas não teve força nem competência para mudar a sorte da partida.

(Com GazetaPress)