Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com três gols de Van Persie, Arsenal arranca virada contra o Chelsea

O Chelsea recebeu neste sábado o Arsenal, para a disputa do clássico londrino válido pela décima rodada do Campeonato Inglês. Em um jogo eletrizante, os donos da casa saíram na frente no marcador, mas sofreram uma virada impressionante diante dos Gunners, vitoriosos no clássico com o placar de 5 a 3, com gols de Van Persie (três vezes), André Santos e Theo Walcott.

Com o ótimo resultado, o Arsenal subiu para o sexto lugar da classificação do Inglês, com 16 pontos conquistados, mesma soma do Tottenham, quinto colocado por conta dos critérios de desempate. Já o Chelsea segue na terceira posição provisória do torneio, aguardando agora a definição dos outros jogos desta rodada.

Impulsionado pelo seu torcedor em Stamford Bridge, o Chelsea se lançou ao ataque logo nos instantes iniciais da partida e impôs uma forte pressão sobre o Arsenal. A logo surtiu efeito e os Blues abriram o marcador. Na marca dos 14 minutos, Frank Lampard recebeu um belo cruzamento de Mata e marcou o primeiro do Chelsea no embate, o gol de número 6.000 da equipe londrina em sua história na Primeira Divisão da Inglaterra.

O Arsenal não se assustou após o gol sofrido. Reorganizando-se dentro de campo, os visitantes igualaram o marcador com Robin Van Persie. Aos 36 minutos, o atacante recebeu um belo passe de Gervinho e teve somente o trabalho de empurrar para o fundo das redes, empatar a partida e anotar seu oitavo tento nesta temporada.

O Chelsea manteve seu desempenho em campo e, aos 45 minutos, colocou-se novamente à frente no placar. Aos 45 minutos da etapa inicial, John Terry aproveitou a cobrança de escanteio de Lampard para concluir e fazer 2 a 1 para os donos da casa.

A vantagem, porém, não durou muito tempo. Após receber um belo passe pela esquerda, o brasileiro André Santos, aos 49 minutos, invadiu a grande área do Chelsea e chutou na saída de Petr Cech, igualando mais uma vez o placar para os Gunners no clássico.

No retorno para o segundo tempo, o Arsenal voltou mais decidido e levou perigo ao Chelsea nos instantes iniciais. Sem se importar com a pressão imposta pela torcida local, o time visitante se lançou ao ataque e, enfim, garantiu a virada.

Aos 10 minutos, o jovem Theo Walcott definiu o placar para os forasteiros, com um golaço. Em jogada individual, o jogador sofreu falta, caiu, se recuperou e, na sequência, driblou dois marcadores para acertar um poderoso chute no canto esquerdo de Cech e firmar o placar de 3 a 2 para o Arsenal na casa do Chelsea.

A felicidade da torcida dos Gunners durou pouco. Aos 35 minutos, André Santos falhou na saída de bola dos visitantes e viu Juan Mata acertar um lindo chute no ângulo direito de Szczesny e empatar a partida novamente, desta vez com o placar de 3 a 3.

Mesmo impulsionado pelo empate, o Chelsea não conseguiu se impor dentro de campo e deixou o nervosismo tomar conta de sua equipe. Reflexo disto foi o péssimo passe de Malouda para Terry. Sem conseguir dominar a bola, o zagueiro viu Van Persie sair sozinho na cara do gol e marcar 4 a 3 para o Arsenal, aos 40 minutos da etapa final.

O Arsenal ainda encontrou tempo para ampliar sua vitória diante do Chelsea. Na marca dos 47 minutos, Van Persie recebeu pela esquerda e com um lindo chute ampliou o marcador para 5 a 3, calando a torcida anfitriã no Stamford Bridge e defindo o resultado positivo para os visitantes na décima rodada do Campeonato Inglês.