Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com time titular, Vasco duela com ‘La U’ por vaga na final da Sul-Americana

Santiago (Chile), 29 nov (EFE).- O Vasco terá nesta quarta-feira a obrigação de vencer o Universidad do Chile ou de conquistar um empate em dois ou mais gols, em Santiago, para se classificar para a final da Copa Sul-Americana, já que não passou de uma igualdade em 1 a 1 no confronto de ida, há uma semana, em São Januário.

A delegação comandada pelo técnico Cristóvão Borges chegou à capital chilena sem o meia Felipe, poupado para a última rodada do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo, contra o Flamengo, mas com o experiente Juninho Pernambucano. O jogador de 36 anos vem sentindo dores no ombro, mas deverá estar em campo no estádio Nacional.

Juninho, que está suspenso na última rodada do Campeonato Brasileiro e não poderá enfrentar o Flamengo, decidiu ajudar sua equipe a tentar chegar à decisão do torneio continental.

Depois da vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no último domingo, o time cruzmaltino ainda pode se sagrar campeão brasileiro, mas para isso terá que bater o Fla e torcer para uma derrota do Corinthians para o Palmeiras.

O Universidad, por sua vez, escalará força máxima, e vem motivada pelo bom empate conquistado na partida de ida. Os jogadores de ‘La U’ vão menos cansados para a partida do que seus adversários, já que os titulares foram poupados na última rodada da primeira fase do Torneio Clausura do Campeonato Chileno.

A única novidade poderá ser a escalação do meia argentino Matías Rodríguez, depois do bom rendimento que ele teve em São Januário, onde saiu do banco de reservas ainda no primeiro tempo.

O capitão do Universidad, o zagueiro José Rojas, afirmou que o grupo está tranquilo e consciente de que o confronto está totalmente em aberto.

‘Sabemos que tudo está indefinido. Nossa entrega tem que ser ainda maior porque não será fácil’, disse o zagueiro chileno.

Prováveis escalações:.

Universidad do Chile: Jhonny Herrera; Osvaldo González, Marcos González e José Rojas; Matías Rodríguez, Charles Aránguiz, Marcelo Díaz, Eugenio Mena e Eduardo Vargas; Francisco Castro e Gustavo Canales. Técnico: Jorge Sampaoli.

Vasco: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Renato Silva, e Jumar; Rômulo, Allan, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Bernardo e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

Arbitragem: Dario Ubriaco (Uruguai), auxiliado por seus compatriotas Mauricio Espinosa e Héctor Martínez. EFE