Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com time misto, Vasco enfrenta o Olaria em Moça Bonita

O Vasco encara o Olaria neste sábado, às 16 horas (de Brasília), em Moça Bonita, campo do Bangu, em confronto válido pela segunda rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Após estrear empatando por 2 a 2 com o Bonsucesso, após ter aberto dois gols de vantagem, o Cruzmaltino já se vê pressionado pela necessidade de vitória. Apesar disso, devido ao duelo de terça-feira contra os peruanos do Alianza Lima, pela Copa Libertadores da América, o técnico Cristóvão Borges vai escalar um time misto.

Vencer é fundamental para o Vasco, não apenas por conta do empate na estreia, mas principalmente porque o time, que tinha cem por cento de aproveitamento na Taça Guanabara até a final diante do Fluminense, viu sua vida mudar da água para o vinho ao cair diante do Tricolor, por 3 a 1. O tropeço contra o Bonsucesso só colocou ainda mais pressão sobre Cristóvão e seus comandados.

‘Estamos convivendo com outra realidade, pois até um determinado momento nesta temporada vínhamos lidando apenas com bons resultados. Mas precisamos saber superar as adversidades e fazer um grande jogo contra o Olaria’, disse Cristóvão.

O treinador negou que ao priorizar a Copa Libertadores esteja deixando de lado o Estadual. Tanto que acredita ser possível ganhar neste sábado.

‘Isso não existe. Nós aqui representamos o Vasco e este clube tem compromisso com a vitória. Vamos a campo com numa formação em condições de superar o Olaria, mesmo respeitando o adversário’, disse Cristóvão.

O treinador não quis antecipar a escalação, mas vai utilizar o atacante Eder Luis, que não atua desde o Campeonato Brasileiro do ano passado por conta de uma cirurgia no pé direito. Também se recuperando de lesões, o volante Rômulo e o meia Allan ainda não serão utilizados no duelo diante do Olaria.

Suspenso do confronto de terça-feira por ter sido expulso na estreia da Copa Libertadores, derrota por 2 a 1 para o Nacional do Uruguai, Renato Silva é presença certa na zaga vascaína neste sábado, compondo o setor com Douglas. O meia argentino Matías Abelairas atuará de maneira improvisada na lateral esquerda.

Pelo lado do Olaria a preocupação é evitar o rebaixamento, que pune os dois piores colocados na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos. Na Taça Guanabara o representante da Rua Bariri somou apenas seis pontos e agora estreou na Taça Rio com empate sem gols com o Bangu.

O técnico Amilton de Oliveira pediu aos seus comandados que tentem se impor diante do Vasco, mas minimizou a má fase vivida pelo Cruzmaltino.

‘Não nos iludimos com os últimos resultados do Vasco, pois o time deles é muito forte e não é à toa um dos favoritos ao título. Vamos encontrar muitas dificuldades pela frente, mas precisamos nos impor em busca de pontos, fundamentais neste momento da competição’, afirmou Amilton, que manterá a base que empatou com o Bangu.FICHA TÉCNICA

OLARIA X VASCO

Local: Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 3 de março de 2012 (Sábado)

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Wagner Rosa (RJ)

Assistentes: Alexandre Eller (RJ) e Flávio da Silva (RJ)

OLARIA: Wanderson; Ivan, Vitor, Diego e Amarildo; David, Moisés, Juninho e Araruama; Marcelo e Leozinho

Técnico: Amilton Oliveira

VASCO: Fernando Prass; Max, Douglas, Renato Silva e Matías Abelairas; Fellipe Bastos, Leandro Chaparro, Diego Rosa e Felipe; Eder Luis e Carlos Tenório

Técnico: Cristóvão Borges