Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Com show de Bernard, Atlético-MG goleia na Argentina

Jovem meia marcou três vezes na vitória por 5 a 2 sobre o Arsenal de Sarandí

Por Da Redação 27 fev 2013, 00h53

Com a vitória na Argentina sobre o Arsenal, o Atlético-MG alcança a liderança isolada no Grupo 3 da Libertadores, com seis pontos conquistados.

Após derrotar o São Paulo na estreia, o Atlético-MG voltou a mostrar força na Copa Libertadores e goleou o Arsenal, da Argentina, por 5 a 2 na noite desta terça-feira. Jogando fora de casa — mas com o apoio de cerca de dois mil torcedores atleticanos — a equipe mineira não se intimidou nem com o gol relâmpago marcado pelo adversário, logo a um minuto de partida. Com tranquilidade, os comandados de Cuca tocaram a bola e reagiram com uma chuva de gols.

Leia também:

Corinthians joga sem torcida contra o Millionarios

Grêmio atropela o Fluminense no Engenhão: 3 a 0

Continua após a publicidade

O grande destaque do jogo foi o jovem meia Bernard, autor de três gols. Apesar de um pênalti perdido já no fim da partida, Ronaldinho também brilhou, participando diretamente de três gols. Outro com motivos para comemorar foi o atacante Diego Tardelli, que marcou pela primeira vez em sua volta à equipe mineira.

Com a vitória, o Atlético lidera o Grupo 3 com seis pontos. Com duas derrotas, o Arsenal ainda não pontuou. Na quinta, as outras duas equipes do grupo, São Paulo e Strongest, duelam no Morumbi. Os bolivianos têm três pontos e, se vencerem, empatam com os mineiros na liderança. Os paulistas buscam os primeiros pontos na Libertadores.

O jogo – Em uma partida recheada de gols, o placar foi inaugurado logo no início. Com um minuto no cronômetro, o atacante Furch invadiu a área do Atletico e chutou rasteiro para marcar. A reação mineira não demorou: cinco minutos depois, Ronaldinho deu um lindo passe por cobertura para Bernard, que chutou cruzado e fez o seu primeiro: 1 a 1. O Arsenal até voltou a marcar, com Furch de cabeça, mas o juiz anulou alegando falta do atacante na defesa. Depois do susto, veio a virada atleticana. Em um ataque rápido, Leandro Donizeti rolou para Tardelli empurrar para o gol.

Embalado, o Atlético ampliou ainda no primeiro tempo com Jô, completando o cruzamento de Júnior César. Valente, o Arsenal conseguiu diminuir antes do intervalo. Em uma falta distante do gol, Aguirre cobrou direto e surpreendeu o goleiro Victor: 3 a 2.

No início da segunda etapa, Ronaldinho voltou a brilhar: o meia enxergou a penetração de Bernard e arriscou um toque em profundidade. A defesa do Arsenal rebateu mal e a bola sobrou para o jovem meia do Atlético chutar no ângulo. Dono do jogo, Bernard contou com a sorte para marcar o seu terceiro. Após outro bom passe de Ronaldinho, Jô chutou, o goleiro defendeu e o meia finalizou sozinho para marcar o quinto do Atlético. Com a goleada definida, Ronaldinho ainda perdeu um pênalti — sofrido por ele mesmo — no final. Na cobrança, a bola parou no travessão.

Continua após a publicidade
Publicidade