Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Com sete desfalques, Ávila terá de usar jogadores da base contra o Santos

Por Da Redação 8 set 2011, 18h01

As coisas não andam bem na Toca da Raposa. Enquanto o técnico Emerson Ávila busca sua primeira vitória sob a pressão da torcida, os desfalques não param de prejudicar o elenco. Para o jogo deste sábado, contra o Santos, às 18 horas, na Vila Belmiro, o treinador terá sete jogadores do elenco de fora.

Algumas destas ausências já estão definidas há muito tempo, como é o caso do lateral direito Vitor, do zagueiro Victorino e dos atacantes Wellington Paulista e Wallyson. Porém, algumas delas são mais recentes: o polivalente Marquinhos Paraná, o volante Charles e o atacante Keirrison estão fora de cogitação. O último não joga por força de contrato.

Confiante, o comandante terá de usar jogadores da base do time para completar a equipe na próxima rodada. No clube desde 1996 trabalhando com as categorias inferiores ao profissional, ele conhece bem o material que tem à disposição. O treinador comenta que o momento difícil da equipe no campeonato não pode influenciar na atuação dos promovidos ao profissional.

‘Mesmo que os meninos não estejam à vontade para jogar, a oportunidade não escolhe o momento para eles atuarem. É no aperto que tem que ir se soltando, se acostumando com o profissional. De qualquer forma, eles já estão treinando com a gente há bastante tempo. É claro que jogar em um estádio cheio, contra uma equipe do porte do Fluminense e agora de um Santos, é um pouco complicado para eles, mas vai ter que ser na marra. Estamos com o elenco bem reduzido’.

O time ocupa a 12colocação do Campeonato Brasileiro, com 28 pontos, e está sete distante da zona de rebaixamento e dez da zona de classificação para a Libertadores, que Ávila prefere nem pensar ou comentar, afirmando que ainda é cedo para falar na vaga para a competição continental.

Continua após a publicidade
Publicidade