Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com recorde no Pan, Thiago Pereira é eleito o melhor atleta das Américas

O nadador de 29 anos atingiu neste ano a marca de 23 medalhas em Jogos Pan-Americanos, tornando-se o maior medalhista da história da competição

O nadador brasileiro Thiago Pereira foi eleito na noite desta quinta-feira, em Washington, nos Estados Unidos, o melhor atleta das Américas de 2015 pela Associação dos Comitês Nacionais Olímpicos (ACNO), durante jantar anual da entidade, que homenageia os melhores esportistas de cada continente. “Este é um momento único. Espero que os Jogos Rio-2016 sejam incríveis e aguardo todos no meu país para assistir”, discursou Thiago, que também agradeceu ao Comitê Olímpico Brasileiro, ao receber o troféu e a placa comemorativa do prêmio.

Leia também:

Mundial de Kazan: Thiago Pereira conquista a prata nos 200m medley

‘Posso voltar melhor que antes’, confia Cielo sobe Rio-2016

Etiene Medeiros conquista prata histórica em Kazan

Michael Phelps faz a melhor marca do ano nos 100 metros borboleta

Neste ano, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, Thiago Pereira atingiu a marca de 23 medalhas na competição, tornando-se o atleta com o maior número de medalhas da história dos Jogos – ele superou o ex-ginasta cubano Erick Lopez, dono de 22 medalhas. O recordista brasileiro e os outros nadadores nacionais se preparam para garantir uma vaga na equipe que disputará os Jogos Olìmpicos do Rio de Janeiro. Eles vão competir em dezembro no Open 2015, em Santa Catarina, e no Troféu Maria Lenk 2016, em abril, no Rio de Janeiro. Estas serão as únicas seletivas olímpicas para a Seleção Brasileira de natação. A única medalha em Olimpíadas conquistada por Thiago foi a prata dos 400m medley, em Londres-2012.

Confira a lista completa dos maiores atletas de 2015, eleitos pela Associação dos Comitês Nacionais Olímpicos (ACNO):

Américas – Thiago Pereira, natação (Brasil) e Kim Rhode, tiro (Estados Unidos)

África – Franck Elemba, (Congo) Marie-Josee Ta Lou, atletismo, (Costa do Marfim)

Ásia – Femi Seun Ouonde, atletistmo (Catar) e Yao Jinnan, ginástica (China)

Oceania – Ryan Pini, natação (Papua Nova Guiné) e Jennifer Chieng, boxe (Micronésia)

Europa – Togrul Asgarov, luta (Azerbaijão) e Katie Taylor, boxe (Irlanda)

(Com Gazeta Press)