Clique e assine a partir de 9,90/mês

Com Oscar e Damião, Inter busca bi da Recopa contra o Independiente

Por Da Redação - 24 ago 2011, 07h06

As imagens do fim de semana quase foram monopolizadas por jogadores colorados. Um gol antológico de Leandro Damião brilhou no domingo. Os três de Oscar na decisão da Copa do Mundo Sub-20 estiveram em evidência no sábado. Os dois, agora juntos, possuem uma nova missão nessa quarta-feira, às 21h50 (de Brasília). Tarefa árdua, mas de encher de orgulho se cumprida em um Beira-Rio acostumado a títulos nos últimos anos. O Inter precisa reverter a derrota no primeiro jogo por 2 a 1 para o Independiente na final da Recopa Sul-americana.

Leandro Damião, autor de gols das mais variadas formas, encontrou mais uma no domingo. De bicicleta ele marcou o de empate no 2 a 2 com o Flamengo. O centroavante, entretanto, não é um destaque repentino. Seus números são luxuosos, dignos de um camisa 9. São 32 gols em 40 jogos em 2011, quase um a cada 90 minutos.

O Inter sabe o que é ser campeão com gol de seu centroavante. Mesmo sendo reserva na época, Damião entrou no segundo tempo da decisão da Libertadores do ano passado e deixou seu nome marcado na história do clube.

‘Temos a chance de conquistar mais um título para o clube. Vamos buscar pressionar o Independiente, mas com inteligência, para não abrirmos espaços a eles’, comentou.

Continua após a publicidade

A novidade no time será Oscar. Após longo período com a seleção Sub-20, o meia está de volta a Porto Alegre, chegando em momento importante. Após marcar os três gols da final da conquista da seleção brasileira no Mundial da Colômbia, o jogador chegou sem escalas e sem descanso ao Beira-Rio.

Tão raro como contar com dois jogadores desse nível é a chance que apareceu para Dorival Júnior. Recém chegado, o técnico tem a oportunidade de ser campeão em sua terceira partida à frente do Inter. Um título internacional que ainda não consta em seu currículo.

‘Não tem tempo para treinamentos, dá para corrigir posicionamento com conversas. É isso que podemos fazer. O Inter já tem uma postura e estou tentando apenas fazer correções dentro daquilo que enxergo’, explicou o treinador sobre sua rotina em uma semana de clube.

Após se recuperar de lesão no joelho, Kleber está de volta à lateral esquerda. Para ter mais movimentação ofensiva, Dorival escalará Dellatorre ao lado de Leandro Damião, deixando Jô entre os reservas.

Continua após a publicidade

Para aumentar a galeria de títulos continentais, os gaúchos serão obrigados a vencer. Se for por dois gols de diferença, a taça será erguida logo após o término da partida. Se a vitória for por somente um de vantagem, uma prorrogação será disputada. Os outros resultados farão o Independiente campeão.

Mesmo com a vantagem conquistada na Argentina, o Rey de Copas espera ser agressivo. Um time sólido defensivamente será montado para que o 17troféu de um torneio internacional seja levantado, mas sem se retrancar. ‘Vamos atacá-los e certamente será uma partida da mesma intensidade que a jogada aqui. Buscaremos um bom resultado, sem nos fecharmos, como se deve jogar uma final’, comentou o atacante Marcos Perez.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X INDEPENDIENTE

Continua após a publicidade

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 24 de agosto de 2011, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Continua após a publicidade

Assistentes: Pablo Fandiño e Mauricio Espinosa (ambos do Uruguai)

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Elton, Guinazu, D’Alessandro e Oscar; Dellatorre e Leandro Damião

Técnico: Dorival Júnior

INDEPENDIENTE: Navarro; Julián Velazquez, Tuzzio e Milito; Cabrera, Pellerano, Fredes, Maximiliano Velázquez e Defederico (Ferreyra); Pérez e Parra

Continua após a publicidade

Técnico: Antonio Mohamed

Publicidade