Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com nota quase perfeita, Medina avança no Taiti

Brasileiro voltou a surfar bem no retorno da etapa de Teahupoo do mundial

Depois de seis dias de paralisação à espera de ondas melhores, a etapa do Taiti do Circuito Mundial de Surfe (WCT) voltou nesta segunda-feira com um novo show de Gabriel Medina. O atual campeão, que vive ótimo momento nas águas de Teahupoo, ganhou uma nota quase perfeita – 9.97 – e venceu a sua bateria, garantindo um lugar nas quartas de final. Medina despachou os compatriotas Bruno Santos e Ítalo Ferreira, que agora terão que participar da repescagem.

Filipe Toledo, o Filipinho, não triunfou em sua bateria e também terá que encarar a repescagem. O brasileiro terminou na segunda posição, ficando atrás do australiano Owen Wright, que avançou às quartas. A terceira colocação ficou com Kai Otton, da Austrália. Wiggolly Dantas é outro brasileiro que precisará passar pela repescagem. Em sua bateria, o surfista ficou na terceira posição. O vencedor foi o australiano Josh Kerr, com o espanhol Aritz Aranburu ficando em segundo.

Liderança – Atual líder do WCT, Adriano de Souza, o Mineirinho, já foi eliminado no Taiti e torce para não ser alcançado na ponta da classificação. Para a sorte do brasileiro, o australiano Julian Wilson foi eliminado na terceira rodada e não pode mais alcançá-lo. Agora, apenas Filipe Toledo e Owen Wright podem ultrapassar Mineirinho em Teahupoo. Mas para isso, eles precisam terminar em terceiro e segundo lugar na etapa, respectivamente.

(Com agência Gazeta Press)