Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Com Neymar de volta, Santos visita o desesperado Atlético-MG

Por Da Redação 12 out 2011, 21h00

Após vencer o Palmeiras, no clássico do último domingo, na Vila Belmiro, e com a volta do atacante Neymar da Seleção Brasileira, o Santos tem um difícil compromisso fora de casa. Isto porque, o Peixe visita o Atlético-MG, nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), na Arena do Jacaré, em confronto válido pela 29rodada do Campeonato Brasileiro.

Com suas chances de conquistar o título nacional reduzidas, os santistas querem embalar uma boa sequência de resultados para terminar o Brasileirão entre os primeiros colocados e chegar ao Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, com a confiança em alta.

‘Temos que fazer o nosso melhor. Não podemos abaixar a cabeça e deixar de lado a competição. Sabemos que está difícil ganharmos o título, mas não podemos ser a equipe que atrapalha o bom andamento do campeonato, favorecendo um ou outro. Vamos jogar o nosso melhor e buscar mais vitórias. Temos que trabalhar muito para chegarmos em boas condições ao Mundial’, afirmou o experiente lateral esquerdo Léo.

Com a equipe contando com retornos importantes, o goleiro Rafael está confiante em um triunfo na Arena do Jacaré. Mas o camisa 1 já alertou os seus companheiros sobre o Atlético-MG, que está ameaçado pelo rebaixamento e precisa urgentemente de uma vitória.

‘O Atlético-MG é muito forte. Eles andam perdendo alguns jogos, empatando, porém, não quer dizer que eles sejam menos perigosos por causa disso. Eles possuem jogadores de qualidade e contra a gente, até pela situação que vivem no Brasileiro, vão jogar a ‘vida’ deles. Por isso, vamos ter que jogar a nossa vida também, se não vai ser difícil sairmos com um bom resultado de Minas’, discursou Rafael.

Precisando desesperadamente da vitória, o Atlético-MG sabe que um revés pode complicar de vez a sua situação – o time ocupa a 17colocação, com 27 pontos. Dono da melhor defesa do segundo turno, com sete gols em nove jogos, os defensores do Galo se dizem prontos para parar os atacantes santistas.

‘Sabemos das qualidades do Neymar, do Borges, de toda a equipe do Santos. Temos que ter atenção na marcação para que as jogadas não sejam criadas’, afirmou o zagueiro Leonardo Silva.

Se a defesa estará protegida, o ataque tem que voltar a marcar, para isso, o ex-santista André, que cumpriu suspensão contra o América-MG fica à disposição, mas o avante não tem presença certa entre os titulares. ‘A bola não quer entrar. Essa fase é fogo. Parece que tudo vai contra. A bola bate na trave e sai, o goleiro pega. Mas temos que ter paciência para reverter isso’, declarou.Além de André, cabe ao atacante Guilherme balançar as redes adversárias. O jogador pede o apoio do torcedor para empurrar o time atleticano: ‘O torcedor vem nos incentivando e apoiando desde o início, mas por uma situação ou outra, a gente não tem conseguido os resultados. Sem dúvida, esse é o momento de maior dificuldade e a gente precisa do torcedor mais do que nunca’.

Para duelar com o Santos, Cuca ainda não poderá contar com os trabalhos do armador Daniel Carvalho, que sofreu um estiramento muscular na partida contra o Ceará, no início do mês, justamente no momento em que vivia sua maior sequência como titular do Atlético-MG. Para a vaga do atleta, Renan Oliveira deve começar o jogo e dividir a criação de jogadas com o jovem Bernard.

FICHA TÉCNICA

Continua após a publicidade

ATLÉTICO-MG X SANTOS

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Data: 13 de outubro de 2011 (quinta-feira)

Horário: 20h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Carlos Manzolillo (DF) e José Reinaldo do Nascimento Júnior (DF)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Carlos César, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Fillipe Soutto, Pierre, Renan Oliveira e Bernard; Magno Alves e Guilherme.

Técnico: Cuca

SANTOS: Rafael; Crystian, Edu Dracena, Durval e Léo; Henrique, Arouca e Danilo; Neymar, Alan Kardec e Borges.

Técnico: Muricy Ramalho

Continua após a publicidade

Publicidade