Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Com negócio avançado, Tite apoia chegada de chinês ao Corinthians

Por Da Redação 1 jan 2012, 13h23

‘O Rosenberg (Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing) coloca aquilo que é importância para o clube como entidade, para ter intercâmbio e abrir situações de marketing, que transcendem o lado de dentro do campo’, comentou Tite, mostrando-se preparado a levar adiante a ideia incomum.

A intenção do departamento de marketing é explorar a força de sua fornecedora de material esportivo no país asiático (o mais populoso do mundo) para expandir a marca Corinthians mundialmente. ‘Nós temos uma coisa muito forte para internacionalizar a marca do clube que é a Nike, que é a maior vendedora de material esportivo na China’, empolga-se Rosenberg.

Por internacionalização, Corinthians pode ter jogador da seleção chinesa

O atleta procurado não teria dificuldade para se adaptar ao clube, pois, conforme a reportagem antecipou, ele sabe falar português. Pelo projeto, o chinês poderia ser escalado nos minutos finais de partidas fáceis da equipe ou nem mesmo entrar em campo. Tite, entretanto, diz que gostaria de avaliar a qualidade do ‘reforço’ se sua contratação for efetivada pela diretoria.

‘A partir do momento em que ele estiver aqui, vou ter uma condição de avaliação maior. Isso (ideia de contratar um chinês) é de dimensão maior, da grandeza do Corinthians’, comentou.

Continua após a publicidade
Publicidade