Clique e assine com 88% de desconto

Com Lucas, São Paulo bate reservas do Santos em casa

Resultado reabilita time paulista, que vinha de derrota para o Internacional, na rodada passada

Por Da Redação - 10 jun 2012, 20h26

Mesmo com Lucas em campo, o São Paulo sofreu para derrotar os reservas do Santos, por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi, em seu primeiro clássico neste Brasileirão. O atacante foi escalado de última hora, após servir à seleção brasileira no sábado, para compensar a ausência de Luis Fabiano, suspenso.

Lucas atuou os 90 minutos, apesar de ter jogado parte do segundo tempo do duelo entre Brasil e Argentina, sábado, em Nova Jersey. Do outro lado, o técnico Muricy Ramalho resolveu poupar seus titulares. Neymar e Rafael, que também estavam com a seleção, foram descartados assim como a maior parte dos titulares. Apenas Léo, Henrique e Alan Kardec entraram em campo neste domingo.

O resultado reabilitou o São Paulo, que vinha de derrota para o Internacional, na rodada passada. O time de Emerson Leão soma seis pontos, na parte intermediária da tabela. O Santos, por sua vez, segue com três, próximo da zona de rebaixamento.

Jogo – Com o retorno de Lucas, que compensou em parte a suspensão de Luis Fabiano, o São Paulo teve um início melhor e aproveitou boa jogada de Jadson para abrir o placar. Aos sete minutos, o meia levantou na área, Rhodolfo escorou de cabeça e o companheiro de zaga Paulo Miranda completou.

Publicidade

O rápido gol, porém, não deu o tom do primeiro tempo. Mesmo melhor em campo, o São Paulo vacilava no meio-campo e era incapaz de criar lances mais incisivos. Lucas até se esforçou, mas a bola praticamente não chegou em boas condições para finalização de Fernandinho e Willian José. No melhor lance do São Paulo após o gol, Denilson bateu falta de longe, rente ao travessão.

Enquanto o time paulista tinha dificuldade para chegar ao ataque com perigo, os reservas do Santos se seguravam na defesa e tentavam trocas de passe no meio-campo. Mesmo aos trancos e barrancos, acabaram protagonizando o melhor lance depois do gol. Aos 33, Alan Kardec deu belo corte em Paulo Miranda na entrada da área e bateu forte com perigo. A bola passou rente ao travessão.

Insatisfeito com a produtividade do ataque são-paulino, Emerson Leão trocou Fernandinho por Maicon no segundo tempo. Cortez, com problema digestivo, também foi substituído. Piris entrou em seu lugar.

Mas as trocas não mudaram o padrão de jogo do São Paulo. O time seguiu dominando no segundo tempo, mas com raras ameaças do gol de Aranha. Em uma delas, Lucas recebeu na direita, invadiu a área e finalizou rente à trave esquerda, aos seis minutos. Foi a melhor chance do time na etapa.

Publicidade

O Santos respondeu com Dimba, que entrou no lugar de Rentería, aos 20. Ele recebeu pela direita, cortou o marcador e bateu colocado. Denis fez a defesa. Três minutos depois, Ewerthon Páscoa cabeceou com perigo, após cobrança de escanteio. Mas também não conseguiu o empate.

Na próxima rodada, o São Paulo vai enfrentar o Atlético-MG, de Ronaldinho, no Morumbi. O Santos fará o primeiro duelo com o Corinthians, pela semifinal da Libertadores, quarta-feira, na Vila Belmiro. No domingo, visitará o Flamengo, no Engenhão.

(Com Agência Estado)

Publicidade