Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com lesão, Diego Hypólito vira desfalque no Pré-Olímpico

Por AE

Arques – Com uma lesão no ombro esquerdo, Diego Hypólito foi cortado nesta sexta-feira da seleção brasileira masculina de ginástica artística e não vai disputar o Pré-Olímpico, que acontecerá entre os dias 10 e 13 de janeiro, em Londres, na Inglaterra. Apesar de ser uma ausência importante para a equipe, o principal ginasta do Brasil já está classificado para a Olimpíada, após ter sido medalhista de bronze no Mundial do Japão, em outubro.

Diego Hypólito estava treinando com a seleção desde o dia 13 de dezembro, na cidade francesa de Arques, como preparação para o Pré-Olímpico. Mas passou a sentir dores no ombro e, após exames, foi afastado da disputa da competição. “Estou retornando da França para avaliar a lesão com os médicos do Brasil, verificar qual procedimento será necessário e retornar o mais rápido possível aos treinos para a Olimpíada”, contou o ginasta.

“A decisão foi tomada porque Diego já tem vaga garantida em Londres. Assim, pode se recuperar até lá”, explicou Leonardo Finco, coordenador da seleção masculina. “Sem dúvida, perdemos um dos nossos melhores ginastas, mas tenho certeza de que os demais atletas darão o máximo para superar a ausência dele, principalmente no solo e no salto, que são suas especialidades.”

Com o corte de Diego Hypólito, além do retorno para o Brasil dos dois juvenis que estavam treinando com a equipe na França (Arthur Nory Mariano e Caio Campos), foi definida a seleção brasileira que disputará o Pré-Olímpico em Londres. Os sete ginastas são Arthur Zanetti, Francisco Barreto, Petrix Barbosa, Sérgio Sasaki, Péricles Silva, Mosiah Rodrigues e Victor Rosa.

A seleção fica treinando em Arques até o dia 7 de janeiro, quando embarca para Londres em busca da vaga olímpica para a equipe completa – além de Diego Hypólito, Arthur Zanetti já garantiu presença na Olimpíada também por ter sido medalhista no Mundial. “Até esse momento, a prioridade foi nos adaptarmos. Agora, começaremos a definir o que cada um fará no Pré-Olímpico”, disse Leonardo Finco, ao comentar sobre a preparação brasileira para a competição.