Com hérnia de disco, Diego Costa ficará três meses longe dos gramados

Atlético de Madri descobriu o problema após o atacante apresentar dores na região cervical

Por Estadão Conteúdo - 14 nov 2019, 15h48

O atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa ficará afastado dos gramados mais uma vez. Com longo histórico de lesões na carreira, o jogador de 31 anos foi diagnosticado com hérnia de disco e pode ficar até três meses afastado dos gramados. O Atlético de Madri, time defendido por Costa, confirmou a lesão nesta quinta-feira 14.

De acordo com o departamento médico do clube, o camisa 19 foi submetido a exames nos últimos dias para avaliar as dores apresentadas na região cervical, que constataram o problema mais grave. “Nos próximos dias, ele será avaliado por especialistas em neurocirurgia para estabelecer o tratamento definitivo”, informou o comunicado divulgado pelo time da capital espanhola.

A opção mais provável, de acordo com as informações divulgadas pelo próprio Atlético de Madri, é que o jogador seja operado. Se isso acontecer, Diego Costa terá que ficar três meses em processo de recuperação.

Nesta temporada, o brasileiro naturalizado espanhol atuou em 15 partidas, marcou dois gols e distribuiu três assistências. O Atlético de Madri é o terceiro colocado do Campeonato Espanhol, depois de Barcelona e Real Madrid, e está em segundo no grupo D da Liga dos Campeões da Europa, atrás da Juventus.

Publicidade