Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com guerra psicológica, começa o duelo final da Fórmula 1

No primeiro treino livre, nesta sexta, Hamilton marca melhor tempo. Na véspera, porém, Rosberg já avisava que tentaria desestabilizar seu rival antes da corrida

A última batalha pelo título de campeão mundial de Fórmula 1 em 2014 já começou. Na primeira bateria dos treinos livres para o GP de Abu Dhabi, na manhã desta sexta-feira, o britânico Lewis Hamilton foi o mais rápido, à frente justamente de seu companheiro na equipe Mercedes, o alemão Nico Rosberg, o único que pode impedir que o líder do campeonato levante o troféu pela segunda vez na carreira. Em suas entrevistas na véspera do início dos treinos, Hamilton e Rosberg falaram sobre o duelo e tentaram mostrar confiança. O alemão foi além e deixou claro que tentará desestabilizar o adversário, de forma a tentar induzir Hamilton ao erro.

Leia também:

Ferrari confirma: no ano que vem, sai Alonso e entra Vettel

Lewis Hamilton: ‘Há zero conforto para a próxima corrida’

Na primeira tomada de tempos, não funcionou. A diferença entre eles, contudo, foi pequena: Hamilton cravou 1min43s476 em sua melhor volta e Rosberg, 1min43s609. Fernando Alonso (Ferrari) foi o terceiro e Sebastian Vettel (Red Bull), o quarto. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, não foi bem: ficou apenas com o 13º melhor tempo. A segunda bateria começa às 11 horas (de Brasília). A corrida decisiva, no domingo, com pontuação dobrada, terá Hamilton em vantagem. Para ser campeão, ele pode ficar até em segundo lugar, mesmo que Rosberg vença. Se o alemão ganhar a prova, precisa torcer para que Hamilton não passe de um terceiro lugar.

(Com agência France-Presse)