Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com gol no fim, Náutico vence Corinthians em casa

Um gol contra de Ralf no final do segundo tempo definiu o placar a favor do time da casa, em jogo de baixo nível técnico e poucas emoções

O Náutico mostrou porque é uma das melhores equipes como mandante deste Campeonato Brasileiro e venceu o Corinthians por 2 a 1, neste sábado, no estádio dos Aflitos, pela 28ª rodada da competição. Um gol contra de Ralf no final do segundo tempo definiu o placar a favor do time da casa, em jogo de baixo nível técnico e poucas emoções.

TABELA: Confira os resultados da 28ª rodada

MAIS: Juninho marca no fim e Vasco vence o Atlético-GO

Sem astros da seleção, Santos e Inter ficam no 1 a 1

O resultado levou o Náutico aos 37 pontos, na nona colocação, dois pontos atrás do Corinthians, que é o oitavo. Na próxima rodada, os pernambucanos enfrentam a Ponte Preta, quarta-feira, no Moisés Lucarelli, às 19h30. No mesmo dia, mas às 22 horas, o time do Parque São Jorge recebe o Flamengo, no Pacaembu.

Esta foi a décima vitória do Náutico em 14 partidas como mandante neste Brasileirão, sendo o oitavo jogo consecutivo sem derrota em seus domínios. Já o Corinthians sofreu sua sexta derrota como visitante na competição.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Fluminense vence Botafogo e segue com folga na liderança

Atlético-MG goleia Figueirense com 3 gols de Ronaldinho

Acuado, o Corinthians só conseguiu levar perigo ao gol de Felipe aos 22 minutos, com Douglas, que chutou de fora da área à direita. Mas o Náutico era amplamente superior e rondava a área adversária. A equipe da casa construía as jogadas, mas parava nos zagueiros Wallace e Paulo André, que faziam boa partida.

MAIS: Grêmio vence Cruzeiro de virada e se mantém na briga

São Paulo vence e afunda o Palmeiras no campeonato

Mas em um erro de marcação, o Náutico conseguiu abrir o placar. Aos 30 minutos, Jean Rolt deu lançamento do campo de defesa, nas costas de Fábio Santos, para Kieza, que aproveitou a desatenção do lateral, gingou para cima dele e conseguiu o drible. Então, mesmo com pouco ângulo, finalizou e marcou. Foi o décimo gol do jogador no Brasileirão, em 12 partidas disputadas.

O gol acordou o Corinthians, que foi para cima e teve boa chance com Guerrero, travado após passe de Martínez. Aos 41 minutos, o time paulista reclamou de pênalti, em lance no qual a bola tocou na mão do zagueiro Jean Rolt, mas o árbitro Heber Roberto Lopes deu falta de Paulinho.

Pouco antes do término do primeiro tempo, os visitantes igualaram o placar, aos 44 minutos. Martínez fez jogada individual e perdeu para Jean Rolt. O zagueiro tentou sair jogando, mas foi desarmado por Paulinho. Após confusão na área, a bola sobrou para Guerrero, que bateu e marcou seu segundo gol pelo clube do Parque São Jorge.

No começo do segundo tempo, o Corinthians teve a chance de virar o placar. Douglas, Paulinho e Alessandro fizeram boa triangulação, o lateral cruzou para a área e a bola sobrou com Guerrero. O atacante dominou e bateu forte, mas muito alto.

Logo a partida voltou a ficar morna, sem criatividade de ambos os lado. Kieza até conseguiu marcar, aos nove minutos, após interceptar finalização de Douglas Santos, mas o atacante estava impedido e o árbitro anulou. Seis minutos depois, Martinez, de fora da área, levou perigo, mas chutou para fora.

Com a falta de qualidade de ambos os lados, as melhores chances aconteciam em chutes de longe. Foi desta forma que Douglas levou perigo, aos 25 minutos, em bola que passou muito perto do canto esquerdo. Dois minutos depois, Kieza foi lançado, dividiu com Cássio e só não marcou porque Ralf afastou em cima da linha.

Quando a partida se encaminhava para o final, Ralf, que havia acabado de salvar o Corinthians, se tornou vilão. Rogério recebeu pela direita e cruzou para a área, o volante do time paulista tentou tirar de cabeça, mas marcou contra, aos 39 minutos, para selar a vitória do Náutico.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 2 X 1 CORINTHIANS

NÁUTICO – Felipe; Patric, Alemão (Alison), Jean Rolt e Douglas Santos; Martinez, Elicarlos, Souza e Rhayner (Lúcio); Araújo (Rogério) e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo

CORINTHIANS – Cássio; Alessandro, Wallace (Giovanni), Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo (Edenilson) e Douglas (Ramírez); Martínez e Paolo Guerrero. Técnico: Tite

GOLS – Kieza, aos 30, e Guerrero, aos 44 minutos do primeiro tempo. Ralf, contra, aos 39 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO – Heber Roberto Lopes (PR)

CARTÕES AMARELOS – Paulinho, Douglas

RENDA E PÚBLICO – não disponíveis

LOCAL – Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)

(Com Agência Estado)