Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com gol de Ramires, Chelsea bate Liverpool e conquista Copa da Inglaterra

O Chelsea sagrou-se campeão da Copa da Inglaterra pela sétima vez da sua história ao derrotar o Liverpool por 2 a 1, neste sábado em Wembley, em partida emocionante na qual o volante brasileiro Ramires abriu o placar para os ‘Blues’.

Ramires balançou as redes aos 10 minutos de jogo e o veterano marfinense Didier Drogba ampliou aos 7 do segundo. Andy Carroll descontou para os ‘Reds’ aos 20 do segundo tempo, mas o time londrino conseguiu segurar o resultado.

O Chelsea levantou o troféu em nada menos que quatro das seis últimas edições da ‘FA Cup’, após ter vencido em 2007, 2009 e 2010.

“Foi fantástico. É para viver emoções como esta que estamos jogando. Muita gente falou que nossa equipe estava envelhecida, mas soubemos permanecer unidos nos momento decisivos”, declarou o zagueiro John Terry, capitão do Chelsea.

O time londrino, comandado pelo técnico italiano Roberto Di Matteo, ainda tem um grande desafio nesta temporada, já que se classificou para a decisão da Liga dos Campeões, na qual terá a difícil tarefa de enfrentar o Bayern de Munique, que terá a vantagem de jogar no seu estádio do Allianz-Arena de Munique, no dia 19 de maio.

“Liverpool foi um adversário difícil. Foi um grande resultado e um primeiro passo antes da final da Liga dos Campeões”, explicou Drogba, de 34 anos, que deve deixar o clube no fim da temporada.

Os ‘Reds’, que conquistaram Copa da Liga Inglesa em fevereiro ao superar nos pênaltis o Cardiff, da segunda divisão, perderam a oportunidade de vencer seu oitavo título na ‘FA Cup’.

Novamente decisivo neste sábado, Ramires também brilhou na ‘Champions’, já que deu o passe para o gol de Drogba na vitória por 1 a 0 sobre o Barcelona na partida de ida das semifinais e iniciou a reação dos ‘Blues’ no empate em 2 a 2 que eliminou os catalães no Camp Nou ao marcar enquanto sua equipe perdia por 2 a 0.

Em Wembley, o brasileiro abriu o placar com apenas dez minutos de bola rolando, quando recebeu um passe do espanhol Juan Mata, se livrou da marcação do lateral José Enrique e chutou para o gol de Pepe Reina, que ainda chegou a tocar na bola antes de ela entrar.

O Chelsea ampliou aos 7 da etapa final, com um chute de Drogba que passou entre as pernas do eslovaco Martin Skrtel.

Andy Carroll voltou a dar esperanças aos ‘Reds’ ao 20, sendo que tinha entrado em campo apenas dez minutos antes, no lugar de Jay Spearing.

O atacante inglês tirou proveito de uma falha do lateral português José Bosingwa, driblou o zagueiro John Terry e mandou uma bomba no canto do golero tcheco Cech.

O próprio Carroll por pouco não empatou a partida aos 37, mas Cech fez uma grande defesa em cima da linha e a bola explodiu no travessão. O lance gerou uma grande polêmica, já que os jogadores do Liverpool chegaram a comemorar, mas o árbitro avaliou que a bola não tinha cruzado totalmente a linha do gol.

O atacante uruguaio Luis Suárez acabou levando um cartão amarelo por ter reclamado da decisão do juiz de não validar o ‘gol fantasma’.