Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com dúvidas em contraprova, FIVB derruba suspensão de Solberg

A manhã desta quinta-feira trouxe reviravoltas ao caso do brasileiro Pedro Solberg. Acusado de doping, o jogador de vôlei de praia foi comunicado que a contraprova havia confirmado a presença de esteróide androstane em sua amostra. No entanto, horas depois, a FIVB (Federação Internacional de Vôlei) derrubou a sua suspensão, afirmando ter dúvidas quanto ao resultado do último exame.

Isso porque a entidade máxima do vôlei recebeu uma carta do médico responsável pelo programa antidoping do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Eduardo de Rose, que continha uma série de dúvidas quanto ao procedimento da contraprova.

‘Pela carta que recebi do Dr. De Rose, existem vários indícios que geram dúvidas. A suspensão caiu baseada neste fato. Não seria justo eu ser punido por algo que não fiz’, afirmou Solberg, em entrevista ao Sportv.

Solberg tinha sido suspenso preventivamente pela FIVB em 13 de julho, dia em que saiu o resultado positivo para a presença do esteróide exógeno androstane no exame realizado no final de maio, no Rio de Janeiro. O jogador pediu a contraprova, que deveria sair na semana seguinte, mas a alta demanda dos Jogos Mundiais Militares e também um erro no laboratório Ladetec atrasaram a saída do resultado.

Com isso, Solberg está liberado para competir enquanto não sai a definição de seu caso. O doping do brasileiro, para a substância ilegal exógeno androstane, deve ser julgado nas próximas semanas.