Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Com dicas de Mortari e Marquinhos, convocado para o Pan sonha com 2016

Por Da Redação 11 out 2011, 07h53

A primeira convocação para a Seleção adulta recebida pelo armador Davi foi o chamado para disputar os Jogos Pan-americanos de Guadalajara. Com dicas do técnico Cláudio Mortari e do ala Marquinhos, seus companheiros no Pinheiros, o jovem de 19 anos sonha com as Olimpíadas do Rio de Janeiro-2016.

‘Para Londres-2012 é um pouco cedo ainda, até pelos bons armadores que o Brasil tem nesse momento e que estão representando a Seleção há mais tempo que eu. Em 2016, vou estar com 24 anos, uma fase melhor para jogar a Olimpíada’, disse Davi à GE.Net durante a Liga Sul-Americana de Clubes, disputada em São Paulo na semana passada.

Campeão mundial pelo Sírio em 1979, Cláudio Mortari comandou a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Moscou-1980. Atual treinador do Pinheiros, ele procura conduzir com cuidado o processo de evolução do promissor armador.

‘As coisas aconteceram muito rápido na vida dele nesses últimos meses, por isso temos que ter atenção para que os degraus sejam galgados com tranquilidade. Mas ele tem muito potencial, é um garoto de cabeça muito boa e acho que vai ter sucesso. No Pan, ele pode aprender muito com os atletas da posição dele’, afirmou Mortari.No Pinheiros, Davi também tem a oportunidade de pedir conselhos a Marquinhos, 27 anos, peça importante na Seleção Brasileira comandada por Rubén Magnano e classificada para os Jogos Olímpicos de Londres-2012. Para o ala, a convocação do jovem companheiro é merecida.

‘O Davi trabalha duro todos os dias, é o primeiro a chegar e um dos últimos a sair. Ele só tem a crescer com essa convocação. Como todos os jovens, tem que trabalhar muito, como já vem fazendo. Eu sempre digo para continuar se esforçando, porque na hora certa o basquete dele vai aparecer’, apostou Marquinhos.

Obediente, o garoto procura aproveitar a experiência dos mais velhos. ‘Quando você ainda é novo, tem que ouvir antes de falar. Estou ouvindo e tentando absorver tudo aquilo que é bom para mim. Eles têm me ajudado muito nesse processo’, declarou o armador.

DAVI SE DIZ PRONTO PARA TROTE

Continua após a publicidade

Além de aconselhar seu jovem companheiro no Pinheiros, Marquinhos, experiente na Seleção Brasileira, já avisou que ele precisará passar pelo trote na primeira convocação para a equipe adulta.

‘No primeiro campeonato, os novatos são obrigados a pagar um jantar e o último custou uns R$ 10 mil. Foi uma janta muito gostosa e quero até agradecer os meninos que pagaram. Com certeza, agora é a vez do Davi’, afirmou Marquinhos, rindo.

Bem-humorado, garoto rebateu. ‘Vou ter que falar com o Pinheiros, porque minha fase financeira não está muito boa’, brincou Davi. ‘Se tiver que pagar, vai ser com prazer. Essas brincadeiras serão bem vindas’, afirmou.

Estrear no time adulto logo após a vaga olímpica é especial, diz o garoto. ‘É nessa fase que o Brasil vai ter que se consolidar como primeira potência na América do Sul. O momento é excelente e é muito bom poder participar’, encerrou.

No Pré-olímpico de Mar del Plata, Magnano deu chance a jovens como Rafael Luiz e Augusto Lima, ambos de 19 anos, além de Vitor Benite, 21. A presença de outros garotos no time principal, alguns com sua mesma idade, deixou Davi animado.

‘Isso é fundamental, porque a gente vê que as portas estão abertas, que o Magnano está observando e avaliando. O Rafael Luz, por exemplo, nasceu no mesmo ano que eu. É importante ver que estamos sendo valorizados e ter a chance de mostrar o nosso valor’, afirmou.

Davi se destacou com a camisa da Seleção Sub-19 no Mundial da Letônia-2011. Nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, sob o comando de Ruben Magnano, ele terá a chance de conviver com Marcelinho Machado (36 anos) e Nezinho (30 anos), além de Guilherme Giovannoni (31 anos), todos presentes no Pré-olímpico de Mar del Plata.

‘O importante para mim vai ser a experiência, vai ser aprender com esses jogadores e ajudar o Brasil no que for possível a conseguir a medalha de ouro no Pan-americano’, afirmou Davi, que enfrentará República Dominicana, Uruguai e Estados Unidos no Grupo B do torneio mexicano.

Continua após a publicidade
Publicidade