Clique e assine a partir de 9,90/mês

Com desvantagem, técnico cogita deixar Coxa mais ofensivo no Couto

Por Da Redação - 10 jul 2012, 12h43

Técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira sabe que sua equipe precisa ser agressiva na segunda decisão da Copa do Brasil, diante do Palmeiras, no Couto Pereira. Com a derrota sofrida na Arena Barueri, por 2 a 0, o comandante do time paranaense conta com o retorno do volante Sérgio Manoel, que estava suspenso, mas não garantiu seu retorno, pois cogita mudar o esquema de seu time para encurralar o Verdão.

‘Nem escalei o Sérgio Manoel ainda. Estamos avaliando, criando uma estratégia própria para este jogo. Temos que ter um apelo ofensivo maior neste jogo, embora não poderemos descuidar em nossa defesa, para não sofrer gols. Vamos escolher com convicção o melhor esquema para agredir sempre, mas com segurança na defesa’, explicou, em entrevista para a ‘ESPN Brasil’.

Em relação ao time que veio a São Paulo, o Coritiba deve contar, também, com as voltas do lateral direito Ayrton e o atacante Roberto, que estavam lesionados. O zagueiro Emerson, porém, recebeu o terceiro cartão amarelo na última quinta, na Arena Barueri e, com isso, deverá cumprir suspensão automática neste jogo.

Para levar o título, que ficou no ‘quase’ em 2011, quando também chegou à final, mas acabou derrotado pelo Vasco, o time de Marcelo Oliveira precisa vencer por três ou mais gols de diferença às 21h50 (de Brasília) desta quarta. Caso o placar da ida se repita, desta vez em favor do time mandante, a decisão irá para as penalidades. Vitórias do Coxa por dois gols de diferença, mas com gols do Palmeiras, dão ao time paulista o bicampeonato na Copa do Brasi

Publicidade