Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com brasileiro em quadra, começa final entre Heat e Spurs

Tiago Splitter tem chance de ser primeiro atleta do país a conquistar o título

“Hoje eu sou 20, 40, 50 vezes melhor do que eu era na final de 2007”, disse LeBron, em referência ao massacre sofrido por seu ex-time, o Cleveland, para o mesmo San Antonio

De um lado, o atual campeão, o Miami Heat, do astro LeBron James; do outro, o San Antonio Spurs, do craque veterano Tim Duncan. O duelo pelo título da temporada 2012-2013 da NBA começa na noite desta quinta-feira, com uma atração a mais para os fãs brasileiros da liga de basquete profissional dos EUA: a presença do pivô Tiago Splitter, titular da equipe texana. “Estou a quatro vitórias de fazer uma coisa grande, maravilhosa, que é ser campeão da NBA. É incrível. Estou muito feliz de viver este momento, de estar aqui”, disse o atleta da seleção brasileira em entrevista ao jornal Lance!. Se o título for para San Antonio, Splitter será o primeiro brasileiro campeão da NBA. O único outro atleta do país a disputar as finais foi Anderson Varejão, pelo Cleveland Cavaliers, que acabou sendo derrotado na série decisiva justamente pelo San Antonio. Esta, aliás, será a final mais internacional dos últimos tempos na NBA, com nove jogadores de cinco países diferentes nos elencos de Heat e Spurs.

Leia também:

LeBron James, eleito o melhor jogador da NBA pela 4ª vez

Time dos sonhos da temporada tem LeBron James e Kobe

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Splitter supera Bosh na partida de março, em San Antonio Splitter supera Bosh na partida de março, em San Antonio

Splitter supera Bosh na partida de março, em San Antonio (/)

Será também um confronto também entre dois trios de peso. LeBron James, Dwayne Wade e Chris Bosh lideram o Heat e tentam o segundo título consecutivo, enquanto Duncan, Parker e Ginóbili buscam um quinto troféu para o San Antonio, que não vence desde 2007. São dois rivais que se respeitam e que se conhecem. Na temporada regular, o Miami ganhou as duas partidas, mas os treinadores pareciam já saber que era preciso esconder o jogo, com o San Antonio descansando seus três principais jogadores na primeira partida e Miami poupando LeBron e Wade no segundo duelo, no Texas. “Agora enfrentaremos uma equipe experiente e bem treinada, que faz tudo com eficiência dentro da quadra”, declarou James. “Mas nosso time também já é bem experiente em finais.” O craque do Heat, considerado o melhor jogador de basquete do planeta na atualidade, disse que é “20, 40, 50 vezes melhor que era na final de 2007”, quando o San Antonio levou a melhor sobre seu ex-time, o Cleveland. Na ocasião, a vitória dos Spurs foi por 4 jogos a 0. Ninguém acredita que esse placar se repetirá neste ano.

(Com agência France-Presse)