Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Com Bolt e Blake, Londres poderá ter a mais rápida prova

Entre os oito classificados à final, sete fizeram tempos abaixo dos 10 segundos

Por Giancarlo Lepiani, de Londres 6 ago 2012, 05h25

Os favoritos cumpriram o roteiro – e a final olímpica dos 100 metros rasos, neste domingo, em Londres, terá pelo menos seis fortes candidatos a uma medalha. O atual campeão recordista olímpico e mundial, Usain Bolt, garantiu sua vaga marcando o terceiro melhor tempo das semifinais, com 9s87, atrás do ex-campeão olímpico Justin Gatlin, dos EUA, com 9s82, e do também jamaicano Yohan Blake, com 9s85. Tyson Gay, o segundo mais rápido de todos os tempos, perdendo só para Bolt, foi o quarto mais rápido na classificatória, com 9s90. Outros postulantes ao pódio são Asafa Powell, da Jamaica, que marcou 9s94, e Ryan Bailey, dos EUA, com 9s96. Só um dos oito classificados à final marcou tempo acima dos 10 segundos – o que abre caminho para a final mais rápida e disputada da história olímpica dos 100 metros (não em relação à marca final do vencedor, já que poucos apostam numa quebra de recorde mundial, mas sim no nível geral da corrida). Alguns especialistas acreditam que a decisão da medalha em Londres será a primeira prova em que todos os corredores terão tempos inferiores a 10 segundos. Apesar da fortíssima concorrência, todas as atenções, é claro, estarão voltadas para Bolt, que é o grande astro do atletismo na Olimpíada – e terá de provar que é capaz de repetir Pequim-2008, quando conquistou três ouros e dois recordes mundiais. A prova mais aguardada dos Jogos de Londres está marcada para as 17h50 (no horário de Brasília).

Publicidade