Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com autoridade, Corinthians vence Flamengo por 3 a 0 no Engenhão

Comandado por Douglas, o Corinthians não teve dificuldade em vencer por 3 a 0 o Flamengo, no Engenhão, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Os paulistas foram superiores durante os 90 minutos e aproveitaram as falhas rubro-negras. Com o resultado, o atual campeão da Libertadores chegou a 11 pontos, na 13colocação. Já os cariocas seguem com 15, em décimo.

No primeiro tempo, os corintianos dominaram as ações e abriram 2 a 0 com dois gols de Douglas aproveitando falhas de jogadores do Flamengo. No primeiro gol, o meia roubou a bola de Bottinelli, penetrou na área e tocou na saída de Paulo Victor. No segundo, Renato Abreu deu de calcanhar errado e o camisa 15 acertou chute forte da entrada da área. Na etapa final, Douglas tocou para Danilo, que acertou bela finalização para dar números finais ao duelo. Os visitantes poderiam ter ampliado o placar caso Emerson não tivesse desperdiçado um pênalti.

Pelo lado do Flamengo, somente o goleiro Paulo Victor pode ser considerado um destaque, pois impediu uma goleada histórica. A torcida rubro-negra não perdoou e hostilizou muito o técnico Joel Santana durante a partida. Bottinelli e Renato Abreu foram outros que vaiados pelos presentes no Engenhão.

Na próxima rodada, o Corinthians vai receber a Portuguesa, neste sábado, no Pacaembu. Já o Flamengo vai até Minas Gerais para encarar o Cruzeiro, no domingo, em busca da recuperação.

O jogo – O confronto começou com o Corinthians logo criando uma boa chance de abrir o placar aos três minutos. Romarinho recebeu bom passe de Douglas, mas dominou errado. Sò que o volante Paulinho apareceu e finalizou para boa defesa de Paulo Victor. O lance fez com que o Flamengo tentasse buscar o ataque, mas os cariocas paravam na forte marcação paulista. Os visitantes avançavam com perigo e aos 17, Romarinho recebeu cruzamento pela esquerda e escorou de cabeça, mas em cima do arqueiro rubro-negro.

O Corinthians passou a ganhar confiança para atacar e novamente chegou com perigo, aos 20 minutos. Emerson cruzou pela esquerda para Romarinho, que pegou de primeira e viu mais uma vez o goleiro Paulo Victor fazer grande defesa e salvar o Flamengo. A resposta dos donos da casa só veio três minutos depois. APós uma boa troca de passes, Magal chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro, só que Vagner Love chegou atrasado e não conseguiu colocar para a rede.

Quando parecia que o Flamengo iria equilibrar o jogo, o Corinthians abriu o placar no Engenhão, aos 27 minutos. Bottinelli bobeou na saída de bola e foi desarmado por Douglas na intermediária. O meia penetrou livre na área e tocou na saída de Paulo Victor, que desta vez não pode fazer nada para impedir o gol.

O revés deixou o Corinthians mais tranquilo e fez a equipe paulista passar a atuar com mais segurança. O Flamengo seguia com problema para passar pela marcação e não levava perigo ao gol de Cássio. Após um período sem boas chances, os visitantes chegaram ao segundo gol após mais uma falha rubro-negra, aos 39 minutos. O meia Renato Abreu foi tentar um toque de calcanhar dentro da área, mas acabou ajeitando para Douglas, que acertou belo chute no canto esquerdo de Paulo Victor.

Depois do segundo gol dos visitantes, a torcida do Flamengo presente no Engenhão passou a vaiar alguns jogadores e o técnico Joel Santana. Com isso, os donos da casa ficaram nervosos e nada fizeram até o intervalo. O Corinthians só administrou o resultado e foi com uma boa vantagem para o vestiário.

No segundo tempo, o Flamengo veio com o jovem Adryan na vaga de Bottinelli para tentar ser mais ofensivo. No entanto, o Corinthians seguia mais organizado e chegava com facilidade ao ataque. Com menos de cinco minutos, os paulistas tinham criado duas boas chances de fazer o terceiro enquanto que os cariocas apenas arriscavam chutes sem perigo para Cássio.

Não demorou muito e o Corinthians marcou mais um no Engenhão. Aos nove minutos, em boa troca de passes, Douglas achou Danilo na entrada da área. O meia acertou belo chute no canto direito de Paulo Victor.

Somente após o novo revés, o Flamengo conseguiu levar perigo, aos 12 minutos. Renato Abreu arriscou de fora da área e a bola a esquerda do gol de Cássio. No entanto, o lance foi o único que ameaçou Cássio. Os rubro-negros tentavam pressionar em busca do primeiro, mas via o Corinthians apenas administrar o resultado. Os paulistas diminuíram o ritmo e tocavam a bola.

Mesmo em ritmo lento, o Corinthians teve a chance de marcar o quarto aos 27 minutos. Airton fez pênalti em Danilo, mas Emerson cobrou fraco no canto esquerdo de Paulo Victor, que conseguiu fazer a defesa.

Após isso, o Flamengo seguiu buscando o gol de honra, mas sem sucesso. Já o Corinhtians abdicou do ataque e só ficou marcando os avanços dos donos da casa. Com isso, a partida ficou monótona até o apito final do árbitro.