Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com apenas três titulares, Atlético-MG vence Corinthians

Derrotado por 1 a 0 em casa, time paulista não marca pontos e fica na faixa intermediária da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro 2013

Jogando com apenas três dos seus titulares, o Atlético-MG venceu por 1 a 0 o Corinthians, neste domingo, no Pacaembu. A equipe mineira, comandada por Cuca, entrou cheia de reservas em campo para poupar os titulares para a decisão da Copa das Libertadores, que começa nesta quarta-feira. Com a derrota, o Corinthians estacionou nos nove pontos, ficou na faixa intermediária da tabela de classificação do Brasileirão e amargou um resultado ruim antes da decisão da Recopa Sul-americana.

LEIA TAMBÉM:

Coritiba vence clássico e volta a liderar o Brasileirão

Apesar de ter se mostrado superior no primeiro tempo da partida, o Corinthians perdeu gols, cometeu muitas falhas e desperdiçou as oportunidades que apareceram – as melhores foram de Romarinho, que jogou bem, mas concluiu mal. O Atlético só teve uma chance, mas o meia-campista Rosinei, criado nas categorias de base do Corinthians, soube aproveitá-la contra o ex-clube, deixando os visitantes em vantagem.

LEIA TAMBÉM:

Flamengo vence Vasco em Brasília e dá pulo na classificação

O jogo – Mesmo sem seus três meias com maior capacidade de organização, Danilo, Douglas, Emerson e Renato Augusto, o Corinthians não teve dificuldades para criar. Ibson não centralizava as jogadas, mas oferecia uma boa opção caindo pelos lados, sobretudo o esquerdo, onde se entendeu bem com Fábio Santos. Com Romarinho inspirado na outra beirada e Guerrero muito bem no pivô, o time paulista começou impondo o seu ritmo.

LEIA TAMBÉM:

São Paulo repete falhas com Autuori e perde no Barradão

Aproveitando a falta de entrosamento do Atlético-MG, o Corinthians adotou uma marcação adiantada e criou oportunidades após roubadas de bola. Em pouco mais de dez minutos, Romarinho já havia perdido uma chance – chutando mal após uma linda série de dribles – e Ralf tinha obrigado Victor a trabalhar em chute de fora da área.

LEIA TAMBÉM:

Lomba pega dois pênaltis e garante 0 a 0 entre Bahia e Ponte Preta

O time mineiro se assentou um pouco em campo, mas seguiu sob domínio dos donos da casa, que desperdiçaram duas jogadas rápidas errando o último passe. A única alternativa dos visitantes era tentar a sorte com Bernard do lado esquerdo. Após algumas tentativas, o atacante evitou Edenílson para cruzar e achar Rosinei entre os zagueiros, na pequena área, no lance que abriu o placar, aos 35 minutos.

LEIA TAMBÉM:

Em casa, Santos goleia a Portuguesa por 4 a 1

No intervalo, Cuca trocou Réver, com desconforto na coxa, por Lucas Cândido, recuando Gilberto Silva para a zaga. Sem alterações, o Corinthians voltou com uma mexida tática: Pato encostou em Guerrero por dentro, com Ibson e Romarinho abertos. Em menos de dois minutos, duas boas jogadas foram construídas. Em uma, Edenílson cruzou, e Guerrero, sem domínio na pequena área, pediu toque de mão de Michel. Na outra, Pato superou a marcação e bateu para fora da entrada da área.

LEIA TAMBÉM:

Fora de casa, Internacional vence o Fluminense por 3 a 2

O Atlético-MG respondeu em novo lance de Bernard, concluído de cabeça por Guilherme. Entraram Marcos Rocha e Luan, e os visitantes conseguiram controlar o ímpeto do rival – quase marcando o segundo, em cabeceio de Rosinei na pequena área. Tite colocou o atacante Paulo Victor no lugar do zagueiro Paulo André, aos 25 minutos. A Fiel também sentiu que o time precisava de força e acordou, mas não adiantou. Houve até vaias no momento em que Pato deu lugar a Léo.

(Com GazetaPress)