Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Com 50% dos direitos, Furacão rejeita pressão pela venda de Rhodolfo

Por Da Redação 1 jan 2012, 14h02

O zagueiro Rhodolfo é mais um caso de atleta do futebol brasileiro com os direitos divididos entre vários donos. Clube que o projetou ao cenário nacional, o Atlético-PR ainda conta com 50% de participação em uma possível negociação do defensor e, ainda assim, os dirigentes do clube de Curitiba evitam se intrometer junto ao São Paulo após uma oferta tentadora da Juventus, da Itália.

‘Quem libera ou deixa de liberar é o São Paulo, não há nenhum tipo de cláusula que force o São Paulo a aceitar a negociação’, afirmou o presidente do Atlético-PR, Marcos Mallucelli, em entrevista por telefone. ‘Nossa relação com o São Paulo é boa, são eles que decidem’, emendou.

No momento, Rhodolfo é o titular da defesa são-paulina ao lado de João Filipe. Durante o primeiro turno do Brasileirão, o Tricolor sofreu com vários problemas na zaga, já que Bruno Uvini estava na Seleção Brasileira sub-20, enquanto nomes como Xandão, Luiz Eduardo e até o próprio Rhodolfo amargaram problemas físicos.

Publicidade