Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Colorado na infância, meia fala em ‘profissionalismo’ para encarar Inter

O jogo do próximo domingo, contra o Internacional terá um gosto especial para o meia Vítor Júnior, do Atlético-GO. Natural de Porto Alegre, e revelado nas categorias de base do time gaúcho, o meia espera conseguir uma vitória contra o time do coração para ajudar sua equipe a conquistar a permanência na elite do futebol brasileiro em 2012.

A história de Vítor Júnior no Internacional começou quando o meia tinha apenas seis anos de idade. Na base do clube gaúcho, ficou até os 16. No próximo domingo, será a segunda partida dele, em 2011, contra o time que torcia enquanto criança.

‘É sempre uma sensação diferente enfrentar o Inter. Minha família é toda colorada, mas tenho certeza que neste jogo, torcerão por mim. Também sou profissional e não vou medir esforços para ajudar o Atlético’, disse o meia.

Do atual elenco, ele lembra de já ter jogado com o goleiro Muriel, ainda na categoria juvenil, além de conhecer parte alguns veteranos funcionários do clube que lá estavam quando ele começou e que permanecem até hoje.

O meia argentino D’Alessandro não enfrenta o rubro-negro, pois está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Vítor ressalta, entretanto, que a ausência do jogador não torna o jogo mais fácil para o Dragão. ‘Ele não joga, mas o todo o elenco do Inter é muito qualificado e, no geral, oferece grande perigo ao adversário’, completa.