Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Colo-Colo pode jogar com portões fechados a reta final do Campeonato Chileno

Santiago, 31 mai (EFE).- O Colo-Colo foi punido a jogar duas partidas como portões fechados e outras duas com público limitado, após incidentes protagonizados por sua torcida no último dia 19, no jogo contra o Audax Italiano, fora de casa, válida pelo Campeonato Chileno.

A decisão do Tribunal Disciplinar da Associação Nacional de Futebol Profissional começará a valer nas semifinais do Torneio Apertura. O clube tem cinco dias para apelar da punição.

O Colo-Colo se classificou nas quartas de final ao eliminar o Deportes Iquique e agora espera quem passar do duelo entre Universidad do Chile e Cobreloa. No primeiro jogo, em Calama, vitória da ‘La U’ por 2 a 0.

Se não tiver sucesso ao recorrer da sentença, a equipe terá que jogar com portões fechados tanto nas semifinais, quanto em uma virtual final, contra o vencedor da outra eliminatória, que envolverá O’Higgins e Unión Española.

Além desses dois jogos, a equipe ainda terá que cumprir outras duas partidas de punição, em que só poderão ser comprados ingressos por sócios e acionistas do clube, além de torcedores da equipe adversária.

O Colo-Colo foi punido após torcedores da ‘Garra Blanca’, torcida uniformizada do clube detonarem bombas de efeito moral durante a partida contra o Audax no Estádio Bicentenário de Santiago. A partida chegou a ser suspensa e a polícia teve que retirar os membros da torcida do estádio.

O Universidad do Chile, há dois meses recebeu punição por atos semelhantes de torcedores, em partida contra o Deportes Iquique. A equipe teve que jogar uma vez com portões fechados e outras quatros vezes apenas para sócios e torcedores rivais. EFE