Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Colo Colo acha Valdivia atrativo, mas tem cautela sobre retorno

Por Da Redação 11 jun 2012, 15h17

A diretoria do Colo Colo observa atentamente o desenrolar da história envolvendo o meia Valdivia. Liberado dos treinos do Palmeiras desde que sofreu um sequestro relâmpago, na noite de quinta-feira, o Mago é ídolo da torcida do clube chileno, mas, apesar de elogiado também pela cúpula da equipe, ainda é tratado com cautela pelo diretor esportivo, Juan Gutiérrez.

‘Sempre será atrativo para o Colo Colo ter um jogador com esta qualidade, mas falar disso agora é prematuro, sobretudo porque quero respeitar seu tempo, para que fique tranquilo ao tomar uma decisão. Acima do lado esportivo, é um tema pessoal. O importante agora é que esteja bem e que baixe a tensão que viveu com sua família’, afirmou o dirigente, em entrevista ao jornal ‘La Tercera’.

Apesar de ter contrato até 2015, Valdivia está com o futuro incerto no Palmeiras, que ainda tem esperança de manter o camisa 10 no elenco. O jogador está em seu País desde o traumático episódio e prometeu retornar aos treinos na manhã de terça-feira.

Entretanto, a esposa do atleta, Daniela Aranguiz, avisou que não voltará a morar em São Paulo, o que deixa Valdivia indeciso sobre seu destino, sem garantir sua permanência no Palestra Itália. Enquanto isso, Juan Gutiérrez prefere não falar sobre uma eventual negociação com o Palmeiras pelo meio-campista.

‘O que se passou é muito forte e vou esperar antes de falar sobre uma possível volta. Que ele veja o que vai fazer primeiro’, concluiu. Valdivia começou a carreira nas categorias de base do Colo Colo e chamou a atenção do Palmeiras justamente depois de boas atuações pelo time chileno.

Continua após a publicidade
Publicidade