Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

COF reprova contas e pressiona Tirone no Palmeiras

Por Daniel Akstein Batista

São Paulo – O Conselho de Orientação Fiscal (COF) reprovou na noite de terça-feira as contas do Palmeiras em 2011, em votação realização na noite de terça-feira, por 9 a 8. O presidente do clube, Arnaldo Tirone, que está no segundo ano da sua gestão, participou da reunião. Após a rejeição, Tirone não deu declarações oficiais.

Nos primeiros dias deste ano, o COF já havia reprovado o orçamento de 2012 do Palmeiras. O balanço do clube aponta uma dívida que gira em torno dos R$ 220 milhões. Os números do primeiro ano da gestão de Tirone ainda serão analisados em nova reunião, dessa vez, do Conselho Deliberativo do Palmeiras, marcada para esta quinta-feira, na Academia de Futebol.

Apesar do otimismo dos aliados do presidente, o dirigente está sob pressão. Uma nova reprovação das suas contas, mostrará que o trabalho de Tirone não possui o respaldo dos conselheiros do Palmeiras.

Além dos problemas políticos, Tirone também enfrenta turbulência na gestão do time. O técnico Luiz Felipe Scolari já se desentendeu publicamente diversas vezes com Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do clube. Além da análise das contas do clube, a reunião desta quinta-feira deve ser marcada pela manifestação da torcida contra Frizzo.