Clique e assine a partir de 8,90/mês

Coe afirma que segurança durante Jogos Olímpicos não se pôs em perigo

Por Da Redação - 15 jul 2012, 06h28

Londres, 15 jul (EFE).- A segurança durante os Jogos Olímpicos de Londres, que começam dia 27 de julho, ‘não esteve em perigo’, apesar de se reconhecer que a empresa responsável pela proteção do evento tem falta de preparação, afirmou neste domingo o presidente da organização dos Jogos Olímpicos, Sebastian Coe.

O ex-atleta britânico insistiu neste ponto depois que a companhia privada encarregada da segurança durante os Jogos G4S reconheceu esta semana que não conta com pessoal suficiente preparado para proteger a olimpíada.

Após o anúncio dos G4S, que gerou uma grande inquietação neste país a menos de duas semanas para o começo dos Jogos, o Governo do Reino Unido teve que mobilizar um total de 17 mil soldados, 3.500 mais do que o previsto, para garantir a proteção e a segurança.

Essa mudança de planos de última hora obrigou a repatriar soldados destacados em países como Afeganistão e a que outros cancelem suas férias, embora as autoridades tenham insistido o tempo todo em que isto ‘não prejudicará a segurança dos Jogos’.

Em declarações feitas à emissora britânica ‘BBC’ Radio 5 Live, Coe ressaltou que a segurança do evento não ficou comprometida.

Segundo Coe, perante esta mudança de planejamento, ‘foi iniciado um plano prudente e sensato’ para garantir a proteção do evento na capital britânica. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade