Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clijsters avança às semis e Wozniacki perde posição de nº1

A tenista belga Kim Clijsters, atual campeã do Aberto da Austrália, avançou às semifinais da competição, nesta terça-feira em Melbourne, ao derrotar por 6-3, 7-6 (7/4) a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que vai perder sua posição de número um do mundo após o torneio.

Clijsters disputará uma vaga na grande decisão com a terceira cabeça de chave, Victoria Azarenka, de Belarus, que superou de virada a polonesa Agnieszka Radwanska (N.8) por 6-7 (0/7), 6-0, 6-2.

Wozniacki liderava o ranking mundial da WTA desde outubro de 2010. Três tenistas estão na briga para assumir a posição de número um no seu lugar, a tcheca Petra Kvitova (N.2), Azarenka (N.3) e a russa Maria Sharapova (N.4), que já ocupou a ponta em 2005.

A dinamarquesa sempre foi muito criticada por nunca ter vencido um torneio do Grand Slam. Semifinalista no ano passado em Melbourne, seu melhor resultado foi um vice-campeonato no US Open de 2009.

“Acho engraçado quando a mídia fala de mim como se minha carreira já tivesse encerrada, como se não fosse ter mais chances de conquistar um grande torneio. Estamos apenas em janeiro. No fim da temporada, vocês vão ver quem jogou melhor, quem foi a mais constante do ano”, reagiu Wozniacki.

“Tenho certeza que vou reconquistar a posição de número um, não estou preocupada”, prometeu.

Já Clijsters mostrou estar em forma apesar de ter sentido dores no tornozelo na rodada anterior, no domingo, quando derrotou a chinesa Li Na de virada por 4-6, 7-6 (8/6), 6-4 em partida épica na qual salvou quatro match points.

“Estou muito contente com a forma com a qual me movimentei em quadra. Fazia muito calor, estas foram algumas das condições mais difíceis que enfrentei durante um jogo de tênis. Fiquei feliz por ter vencido em dois sets”, comentou a belga.

Nesta terça-feira, Clijsters venceu a primeira parcial com facilidade por 6 a 3, mas na hora de fechar a segunda, cometeu uma série de erros não forçados que por pouco não colocaram Wozniacki de volta na partida.

A belga chegou a sacar para vencer o segundo set com 5 a 3 a seu favor, mas deixou a dinamarquesa empatar e só conseguiu levar a melhor no tie break.

“Ela lutou até o fim, tive que ser muito agressiva para derrotá-la. Se você não dá o seu melhor, ela impõe longas trocas de bola até vocês cometer um erro. É por isso que é uma adversária muito perigosa, cada vez que a enfrento, preciso estar 100%”, elogiou Clijsters.

A belga também espera um duelo complicado nas semifinais contra Azarenka. “Ela joga muito bem, com muita confiança e será uma partida totalmente em relação à de hoje. Azarenka toma muito mais a iniciativa do jogo”, comentou.