Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Clássico de Madri decide primeiro finalista da Copa do Rei

Atlético busca milagre contra o Real. Na quarta, Barcelona pega Real Sociedad

Por Da Redação 11 fev 2014, 08h26

“O resultado favorece nosso adversário, mas ainda temos 90 minutos de jogo e o futebol se decide em campo”, disse Simeone, técnico do Atlético

Real Madrid e Barcelona chegam em vantagem às partidas de volta das semifinais da Copa do Rei, abrindo caminho para um superclássico na decisão. Os dois principais times da Espanha venceram bem os jogos de ida, na semana passada: o Real fez 3 a 0 no Atlético de Madri e o Barça marcou 2 a 0 na Real Sociedad. A definição dos finalistas começa nesta terça, com o clássico de Madri, e termina na quarta, com o duelo entre Barcelona e Real Sociedad. O dérbi da capital, às 18 horas (de Brasília), será duríssimo para o Atlético, que jogará em casa, no Estádio Vicente Calderón, mas precisa de um milagre: uma vitória por quatro gols de diferença. Real e Barça, empatados em pontos na liderança do Campeonato Espanhol com o Atlético, tentam reeditar a decisão de 2011, quando o time branco conquistou o título na prorrogação, 1 a 0.

Leia também:

Neymar retoma treinos e pode voltar ao Barça no sábado

Maradona quer treinar Balo: ‘�Contaria minhas experiências’

No ano passado, o campeão foi o Atlético de Madri, que vive grande fase desde o início da temporada. O clássico decisivo, porém, acontece num momento ruim, depois de uma semana em que, além da derrota no primeiro jogo da semifinal, o Atlético amargou uma derrota para o Almeria na liga nacional. Para complicar a situação do técnico argentino Diego Simeone, a equipe chega com problemas para o jogo. O principal deles é a ausência do brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, que está suspenso. Simeone também não poderá contar com o português Tiago, lesionado. O goleiro Courtois, também contundido, ainda é dúvida. Mas o técnico acredita no poder de reação da equipe. “O resultado favorece nosso adversário, mas ainda temos 90 minutos de jogo e o futebol se decide em campo”, afirmou o argentino. “Somos o Atlético e não desistimos em nenhuma partida”, completou o turco Arda Turam.

No Real, o clima é de tranquilidade. Os jogadores do técnico Carlo Ancelotti estão se recuperando no Campeonato Espanhol e, na Copa, seguem sem sofrer um gol sequer, com Iker Casillas como titular. A equipe contará também com a volta de Cristiano Ronaldo do brasileiro Marcelo e do português Fábio Coentrão. No entanto, o técnico italiano acha que o time não pode bobear contra o rival. “É melhor não pensar na vantagem. Vamos jogar contra uma equipe muito forte e temos de fazer a mesma coisa que fizemos na ida.” Na quarta, a Real Sociedad terá contra o Barcelona a mesma missão do Atlético: tentar reverter em casa o resultado negativo do primeiro jogo. A Real Sociedad vive uma sequência de apresentações sofríveis, com duas derrotas e um empate nas últimas três partidas. Já o Barça pode escalar quase todos os titulares, com exceção de Neymar, que só deve voltar na próxima semana.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade