Clique e assine a partir de 8,90/mês

City vence clássico, adia festa do United e ainda sonha com bi

O United perdeu por 2 a 1 - mas ainda tem 12 pontos de vantagem no torneio

Por Da Redação - 8 abr 2013, 19h16

O Manchester City frustrou a festa preparada no estádio Old Trafford e venceu o Manchester United por 2 a 1, mantendo vivo o sonho de conquistar o bicampeonato inglês e adiando um pouco a festa do rival, que ainda tem folgada vantagem na classificação: 77 pontos contra 65, a sete rodadas do fim da competição. Uma vitória nesta segunda-feira deixaria o United com a mão na taça, com 18 pontos de folga, e por isso o City foi ofensivo desde o começo da partida: marcou por pressão, sem dar espaço ao ataque do Manchester United, e criou as principais chances.

Leia também:

Alexandre Pato divulga nova camisa do Corinthians

Governo descarta fechar Maracanã para obras adicionais

Os gols saíram no segundo tempo. Aos 6 minutos, Milner acertou chute da entrada da área e contou com desvio da zaga para superar o goleiro De Gea. A jogada nasceu de um erro do veterano Giggs, que perdeu a bola ao tentar dar um passe de calcanhar no meio-campo; O empate saiu aos 13 minutos: após levantamento na área, Jones cabeceou para trás e acertou o zagueiro Kompany, que completou contra o próprio gol. O argentino Agûero, genro de Diego Maradona, decidiu o jogo aos 39 minutos, em bela jogada individual que terminou com chute cruzado. A derrota encerrou uma série invicta do Manchester United no Campeonato Inglês que já durava cinco meses: a última derrota havia sido para o Norwich, por 1 a 0, em novembro de 2012.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Ainda assim, a missão do City para ser bicampeão é difícil: o time precisa vencer os sete jogos restantes e torcer para que o rival faça, no máximo, nove pontos. No domingo, o United visita o Stoke City, enquanto o City so volta a jogar pelo Inglês na quarta-feira, em casa, contra o Wigan – no domingo, o time enfrenta o Chelsea pelas semifinais da Copa da Inglaterra.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade