Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Circuito Caixa em Fortaleza será desafio para trio de fundistas

O trio de fundistas formado por Joelma de Jesus, Roseli Mateus e Eliane Costa de Jesus têm um grande desafio. Eles escolheram correr todas as etapas do Circuito de Corridas Caixa, pelo bem de encarar uma competição de abrangência nacional onde estão as melhores adversárias da elite de fundistas. E na etapa de Fortaleza não será diferente, pois elas terão de superar as primeiras colocadas do ranking brasileiro de corredoras de rua.

A disputa deste domingo (14) a partir das 7h, terá largada em frente ao Marina Park Hotel, e percursos de 5 km e 10 km na belíssima orla da Praia de Iracema. Ela é mais uma corrida que ocorrerá no inflado calendário do mês de agosto, que terá grande quantidade de provas.

Em Fortaleza, as fundistas terão que enfrentar as quatro primeiras colocadas do ranking brasileiro – Conceição Oliveira, líder com 226 pontos, Marluce Queiroz, vice-líder com 128 pontos, Elivane Oliveira dos Santos, terceira com 109 pontos, e Edielza Guimarães, quarta, com 96 pontos. Fator esse que configura a maior dificuldade da etapa cearense do Circuito para as atletas.

‘Algumas das provas mais fortes do ano se concentraram em agosto. É um desafio, mesmo. Estou fazendo só um período de treinos entre uma disputa e outra para não forçar demais’, diz Joelma de Jesus, nona colocada no ranking brasileiro, com 51 pontos.Acompanhada por Roseli e Eliane, a fundista disputou nove das dez etapas do Circuito, em 2010, e quer complet ar a competição nesta temporada.

‘Virei fã, não perco uma prova (do Circuito de Corridas). No ano passado, corri no ‘feijão com arroz’, viajando quinze, dezoito horas de ônibus para competir. Mas foi muito bom, porque cada resultado tinha um gosto de superação. Agora, até tranquei a faculdade de Educação Física para poder me dedicar só ao Circuito’, diz.

Para Joelma, a temporada 2011 está atraindo mais fundistas de alto nível, o que dá equilíbrio à competição.

‘Está parecido com o campeonato brasileiro de futebol, todo mundo no mesmo patamar, lutando para não cair para a segunda divisão. É mais emocionante assim’, analisou.

Roseli Mateus também aponta o maior número de fundistas fortes como principal diferença desta temporada em relação a 2010. Mas vai para Fortaleza confiante.

‘Fui a 11em Campo Grande mesmo fazendo um bom resultado, porque a disputa foi muito acirrada, equilibrada. Agora não vou ter muito tempo para treinar antes de Fortaleza, mas a quantidade de provas em sequência é até boa, deixa o corpo acostumado com o ritmo de competição. Já estou fazendo tempos menores do que os de 2010’, explica a fundista, oitava do ranking com 53 pontos.

Baiana de Salvador, Eliane Costa de Jesus garante que a condição térmica da capital cearense será uma aliada na sua prova.

‘Já estou mais acostumada com as características de lá, é uma disputa muito boa. Também faço parte de um projeto do governo da Bahia, mas preciso ir bem no circuito para me manter nele’, diz a atleta, que ocupa a sexta posição no ranking, com 88 pontos.

Eliane conta que as etapas do Circuito, mais fortes, são importantes para garantir um lugar entre as dez fundistas que terão direito ao patrocínio da CAIXA na próxima temporada. E a participação nas provas do Circuito também rendeu amizades.

‘Passamos muito tempo fora de casa, viajando. Convivemos muito entre nós, atletas, e acabamos ficando amigas. Isso torna as coisas mais fáceis, é bem melhor quando você chega a uma cidade para competir e tem amigos com quem conversar’, diz.Kits de participação – Todos os participantes da prova ganharão um kit, contendo uma camiseta em tecido tecnológico e o número de peito. A entrega será feita nesta sexta-feira (12), das 10 às 20 horas, e no sábado (13), das 10 às 17 horas, na Loja Centauro do Shopping Iguatemi (Av. Washington Soares, 25 – Fortaleza). O chip de cronometragem deve ser retirado no dia da prova, das 6 às 7 horas, no local da largada.

O Circuito de Corridas Caixa tem 11 etapas, passa por nove Estados do Brasil e conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). A competição ajuda a definir o ranking nacional de corredores de rua porque todas as suas provas contam pontos. Os dez primeiros colocados, tanto na categoria masculina quanto na feminina, garantem ao fim da temporada o patrocínio para o ano de 2012.