Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chelsea vence Benfica e pega Barça na ‘Champions’

O Chelsea carimbou sua vaga para as semifinais da Liga dos Campeões, onde enfrentará o Barcelona, ao derrotar por 2 a 1 o Benfica, nesta quarta-feira, em Stanford Bridge, confirmando sua vitória por 1 a 0 na ida, no estádio da Luz de Lisboa.

O veterano Franck Lampard abriu o placar aos 21 minutos de jogo, ao cobrar um pênalti que o juiz apitou quando Javi García derrubou Ashley Cole dentro da área.

O próprio Javi García se redimiu aos 39 da etapa final, ao fazer de cabeça o gol de empate do Benfica depois de uma cobrança de escanteio, mas o português Raul Meireles deu a vitória ao time anfitrião nos acréscimos.

Nas semifinais, que serão disputadas nos dias 17 e 24 de abril, o time londrino terá pela frente o atual campeão, Barcelona, que eliminou o Milan na terça-feira.

“O Barça é uma das melhores equipes do mundo, senão a melhor. Eles têm jogadores maravilhosos. Estamos muito motivados com a ideia de enfrentar um adversário como esse nas semifinais”, comentou o técnico italiano do Chelsea, Roberto Di Matteo.

As duas equipes já se enfrentaram nesta altura da competição em 2009, em duelo épico no qual os ‘Blues’ foram eliminados por um gol do meia Andres Iniesta no último lance do jogo em Stanford Bridge.

Nesta quarta-feira, o time londrino começou pressionando e levou perigo aos oito minutos de bola rolando, quando o zagueiro brasileiro David Luiz acertou um ótimo voleio após cobrança de escanteio, e só não abriu o placar porque o volante Capdevilla salvou o Benfica ao tirar a bola.

O espanhol Juan Mata chegou a balançar as redes aos 12 após receber passe do marfinense Salomon Kalou, mas seu gol foi anulado por posição de impedimento.

Dez minutos depois, o gol de pênalti de Lampard recompensou a domínio dos ‘Blues’, e o time anfitrião ainda foi beneficiado pela expulsão de Maxi Pereira, que levou seu segundo cartão amarelo aos 41.

O Chelsea não conseguiu tirar proveito da vantagem numérica, com chances desperdiçadas por Mata e seu compatriota Fernando Torres, no início do segundo tempo, e o Benfica reagiu aos 39, com o gol de empate de Javi García, após uma grande jogada do meia argentino Pablo Aimar.

Os portugueses começaram a pressionar para tentar o gol da virada, mas abriram espaços para o contra-ataque de Raúl Meireles, que garantiu a vitória dos ingleses.