Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Chelsea perde por 5 a 3 e deixa de ser líder isolado

<p>Equipe foi derrotada pelo Tottenham em um emocionante clássico londrino</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 19h06 - Publicado em 1 jan 2015, 17h07

A tradicional rodada de 1º de janeiro do campeonato inglês foi péssima para o Chelsea. Nesta quinta-feira, a equipe de Londres foi goleada por 5 a 2 pelo Tottenham, no White Hart Lane, e perdeu a liderança isolada da competição. Mais cedo, o Manchester City havia vencido o Sunderland por 3 a 2 e alcançado os mesmos 46 pontos do Chelsea no topo do torneio. O Manchester United, que só empatou por 1 a 1 com o Stoke City, é o terceiro, com 37 pontos, após vinte rodadas disputadas.

No clássico londrino, o Tottenham surpreendeu o líder com uma excelente atuação e construiu o resultado ainda na primeira etapa. O brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa marcou o primeiro para o Chelsea, mas Harry Kane, Danny Rose e Andros Townsend viraram o jogo. No segundo tempo, Harry Kane e Nacer Chadli marcaram mais dois gols para a equipe da casa. Eden Hazard e John Terry dimunuíram para o líder.

Leia também:

Copa América e Pan agitam esporte em 2015; veja os principais eventos

Continua após a publicidade

Frank Lampard comemora gol da vitória por 3 a 2 do Manchester City sobre o Sunderland
Frank Lampard comemora gol da vitória por 3 a 2 do Manchester City sobre o Sunderland VEJA
Continua após a publicidade

No Etihad Stadium, o Manchester City sofreu, mas venceu o Sunderland. O veterano Frank Lampard, que estendeu seu contrato com a equipe até o fim da temporada, marcou de cabeça o gol da vitória por 3 a 2. Antes, Yaya Touré e Stevan Jovetic marcaram dois belos gols para o City e Jack Rodwel e Adam Johnson fizeram os gols dos visitantes.

Tradição – Enquanto todos os principais campeonatos europeus estão paralisados para as festas de fim de ano, o torneio inglês segue respeitando a tradição de realizar as partidas do Boxing Day (como é chamada a rodada de 26 de dezembro) e de Ano-Novo, em 1º de janeiro. Nesta quinta-feira, todas as equipes do torneio entraram em campo e, como de costume, os estádios registraram ótimas médias de público.

Recentemente, o principal jogador inglês, Wayne Rooney, do Manchester United, criticou o calendário e disse esperar pelo fim das rodadas no meio das festas. “Espero que, no futuro, isso mude, porque é difícil. Provavelmente, alguém vai acabar sofrendo uma contusão grave. É algo bastante exigente, e é preciso que olhem para isso”, disse, após jogar na última sexta-feira e no domingo.

O técnico do Chelsea José Mourinho também falou sobre o tema e, com ironia, elogiou a dedicação de seus atletas nos últimos dias. “Neste momento os alemães estão na praia, os espanhóis estão nas Ilhas Maldivas pegando sol. Estão todos fazendo isso. Na Inglaterra se joga no Boxing Day, dia 28, dia primeiro. Não há Natal, não há família, apenas o futebol. Respeito muito meus jogadores por isso”, afirmou o português ao diário Daily Mail.

(Com Agência France-Présse)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade