Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chelsea e Benfica fazem a decisão da Liga Europa

Time português fez 3 a 1 no Fenerbahçe e Chelsea despachou o Basel

Chelsea e Benfica fracassaram na Liga dos Campeões e agora decidem título; todos os seus algozes já foram eliminados da competição principal

Chelsea e Benfica venceram seus jogos nesta quinta-feira e vão decidir o título da Liga Europa, a segunda competição de clubes em importância no futebol europeu. O torneio é uma espécie de prêmio de consolação para quem ficou fora da Liga dos Campeões ou fracassou nela – caso das duas equipes, que ficaram em terceiro lugar em seus grupos na fase inicial, com o Benfica atrás de Barcelona e Celtic, e o Chelsea superado por Juventus e Shakhtar Donetsk, todos eliminados.

Leia também:

Barcelona, despedaçãdo, promete retornar ao topo

Triste com fim de namoro, Balotelli compra Ferrari de R$ 600.000

O Benfica se classificou ao vencer o Fenerbahçe por 3 a 1, depois de ter sido derrotado por 1 a 0 no jogo de ida, em Istambul, e a vitória foi 100% construída com gols sul-americanos. O argentino Gaitan abriu o placar aos 9 minutos, mas o holandês Kuyt empatou aos 23, de pênalti – e aí obrigou o Benfica a abrir dois gols de vantagem, por causa do critério dos gols marcados fora de casa. Aos 35, o paraguaio Cardozo fez o segundo, e novamente ele definiu a classificação, com gol aos 22 minutos da etapa final.

Jogador Ramires do Chelsea em lance contra os jogadores do Basel, pelas semifinais da Liga Europa Jogador Ramires do Chelsea em lance contra os jogadores do Basel, pelas semifinais da Liga Europa

Jogador Ramires do Chelsea em lance contra os jogadores do Basel, pelas semifinais da Liga Europa (/)

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Em Londres, o Chelsea jogou com tranquilidade, já que havia vencido por 2 a 1 na Suíça. O Basel foi para a pressão e assustou abrindo o placar nos acréscimos do primeiro tempo, com Salah. A derrota por 1 a 0 ainda classificava os atuais campeões europeus, mas o time não demorou muito para virar, com gols de Fernando Torres, aos 5 minutos, Moses, aos 7, e David Luiz, aos 14 – este último um golaço de fora da área. O brasileiro terá de enfrentar na decisão o clube que o lançou para o futebol mundial – revelado na base do Vitória, David Luiz começou como profissional justamente no Benfica, aos 19 anos, em 2007, e transferiu-se para o Chelsea no começo de 2011. Ramires é outro que passou pelo Benfica, entre 2009 e 2010, e defenderá o Chelsea na final, marcada para o dia 15, em Amsterdã.