Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chelsea e Benfica duelam pelo título da Liga Europa

Duelo em Amsterdã decide quem fica com 'prêmio de consolação' da Uefa

Chelsea e Benfica entram em campo às 15h45 (de Brasília), na Amsterdam Arena, em Amsterdã, em busca do título da Liga Europa, o “prêmio de consolação” para as equipes que fracassam na Liga dos Campeões. Para ambos, a conquista vale a chance de não passar em branco na temporada: o Chelsea não ganhou nada na Inglaterra e perdeu o Mundial de Clubes para o Corinthians, enquanto o Benfica foi ultrapassado pelo Porto na liderança do Português, no fim de semana, com a derrota por 2 a 1 no clássico, e já não depende de si para levar o título nacional – que teria sido conquistado com uma vitória no sábado.

Leia também:

Mourinho pode ganhar R$ 31 milhões por ano no Chelsea

“Sonho com uma decisão como esta desde criança e agora é uma realidade, consegui. Estou muito feliz. Agora que estamos aqui queremos, sem dúvida alguma, ganhar”, disse o meia argentino Gaita, do Benfica. Do lado do Chelsea, embora a sensação seja de frustração por não repetir a conquista da Liga dos Campeões, o discurso é semelhante. “Tenho muito carinho pelo Benfica, mas sei separar as coisas e agora estou no Chelsea. Em um jogo como este, temos que ter atenção com todos os adversários e respeitá-los, pois eles merecem estar nessa final”, disse o meia Ramires, cujo primeiro clube na Europa foi o Benfica – mesmo caso de David Luiz.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O histórico recente do confronto aponta vantagem para o Chelsea: na campanha vitoriosa da Liga dos Campeões em 2012, o time inglês bateu os portugueses por 1 a 0, em Lisboa, e 2 a 1, em Londres, nas quartas de final. Mas isso, lembra o técnico Rafa Benítez, não entra em campo. “Dizem que somos favoritos, mas ser favorito numa final não quer dizer nada. As duas equipes têm as mesmas chances e tudo depende do estado e da forma dos jogadores”, declarou o espanhol, que deixa o Chelsea na semana que vem, após o fim do Campeonato Inglês. “A derrota para o Porto nos fez muito mal, mas vencer este jogo marcará o reconhecimento internacional do que alcançamos recentemente”, afirmou o técnico do Benfica, Jorge Jesus.

(Com Gazeta Press e France Presse)