Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Chefe do UFC diz que Ronda Rousey ficou ‘devastada’ com derrota

Dana White disse que lutadora está chateada por ser muito competitiva, mas melhor do que quando perdeu o cinturão para Holly Holm

Por Da redação - Atualizado em 31 dez 2016, 16h44 - Publicado em 31 dez 2016, 16h23

O presidente do UFC Dana White disse que a americana Ronda Rousey ficou “devastada” com a derrota para a brasileira Amanda Duarte. A baiana nocauteou a californiana em apenas 48 segundos e permaneceu com o título da categoria peso-galo. “Eu tenho estado com ela todo esse tempo. Obviamente [ela está triste]. Ela está devastada, mas está muito melhor do que estava na luta contra Holly Holm”, disse White ao canal Fox Sports logo após a luta.

Ele se referiu vez em que Ronda perdeu o cinturão para sua compatriota, em novembro de 2015. Em fevereiro deste ano, a lutadora disse, ao participar do talk show de Ellen DeGeneres, que chegou a pensar em suicídio após a derrota naquela luta.

Antes de perder para Holly, Ronda era campeã da categoria no UFC desde 2013, contabilizando cinco defesas de título bem-sucedidas no período. Ela também foi campeã  em 2012 no Strikeforce, franquia que acabou sendo comprada pelo UFC. A brasileira Amanda Duarte fez na madrugada deste sábado em Las Vegas sua primeira defesa do cinturão, o qual ganhou em julho deste ano ao vencer a também americana Miesha Tate.

Após a luta, Amanda disse que agradeceu a Ronda pelo que ela havia feito pela categoria feminina do UFC. Mas afirmou que acha que é a hora da ex-campeã se aposentar. “Ela já é uma milionária. Por que que ela continuaria fazendo isso? Você sabe, ficar se machucando.”, afirmou.

Publicidade