Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chefe da McLaren admite erro, mas lamenta punição severa

O inglês Lewis Hamilton obteve a pole no Grande Prêmio de Barcelona, na Espanha, ao marcar o melhor tempo nos treinos classificatórios, mas a comemoração durou pouco, pois o piloto foi punido por não voltar aos boxes com menos combustível necessário. Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, reconheceu o deslize da equipe, mas reclamou a punição severa.

‘Olhando para trás, eu estava errado, mas não acho que, como consequência, largaríamos no final do grid’, afirmou o Whitmarsh. ‘Poderia ter falado com ele e ele poderia ter chegado ao final da volta. Mas, sinceramente, não esperava a punição que ele recebeu’, acrescentou.

O dirigente explicou que os membros da escuderia ficaram sabendo da pequena quantidade de combustível apenas quando o carro da equipe já estava na pista. ‘No meio da última volta da classificação, os dados indicaram que não havia tanto combustível como pensávamos’, justificou.

‘Paramos o carro com 1,3 litros, mas não sabíamos disso. Poderia ter sido três litros, o que me deixaria um pouco envergonhado. Independente do resultado, eu ficaria envergonhado’, encerrou o Whitmarsh.