Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chamado de gordo quando atuou na Espanha, Cassano busca ‘revanche’

Antonio Cassano não conseguiu uma passagem de destaque pelo Real Madrid, entre 2006 e 2008. Segundo ele, o tratamento recebido enquanto atuou na Espanha o incomodou e, na final da Eurocopa, o jogador da seleção italiana espera conseguir ‘vingar-se’ diante da Fúri

‘Seria genial ganhar dos espanhóis. Minha passagem pelo Real Madrid não foi boa, me chamavam de gordo e não gostavam de mim lá. Estou disposto a colocar as coisas no lugar nesta partida’, disse o jogador, em entrevista para a ‘ESPN’.

Importante na vitória sobre a Alemanha, pelas semifinais da Eurocopa, Cassano passou por momentos complicados entre o final de 2011 e início de 2012. Em outubro do ano passado, o jogador sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e precisou passar por uma cirurgia no coração.

Os problemas de saúde colocaram em dúvida de sua participação no torneio de seleções, mas o atacante conseguiu uma rápida recuperação, aparecendo em algumas partidas do Milan, na reta final da temporada. Curado, Cassano agora espera provar que a Itália sonha com mais do que apenas chegar à decisão da Euro.

‘Os espanhóis disseram que estamos felizes por termos chegado à final. Talvez tenham achado que nossa missão está cumprida. Não poderiam estar mais equivocados. A Itália não se rende diante nada e o último capítulo desta bela aventura ainda precisa ser escrito. Perder agora seria a maior decepção de nossas carreiras e precisamos nos esforçar por um jogo perfeito’, completou.

Rivais na fase de grupos da competição, Espanha e Itália ficaram no empate por 1 a 1 na primeira partida. Agora, as equipes enfrentam-se neste domingo, às 15h45 (de Brasília), em Kiev, valendo o título da Eurocopa, que a Espanha atualmente defende, enquanto a ‘Azzurra’ sonha com sua segunda conquista – desde 1968 a seleção não vence esta competição.