Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

César Cielo conquista ouro nos 50 metros borboleta

Brasileiro vence prova logo na estreia no Pan-Pacífico

Por Da Redação - 19 ago 2010, 05h23

O Brasil começou de forma excepcional, nesta quarta-feira, o Pan-Pacífico de Irvine, nos Estados Unidos, que é a competição mais importante da natação nesta temporada. Na prova dos 50 metros borboleta, em que não é especialista, César Cielo conquistou a medalha de ouro com o tempo de 23s03. De quebra, o País teve uma dobradinha com a prata de Nicholas dos Santos, que fez a marca de 23s33.

O campeão olímpico e mundial dos 50 metros livre fez, nesta quarta, o melhor tempo deste ano e agora o recorde do campeonato na prova dos 50m borboleta. Ele superou a marca do espanhol Rafael Muñoz – recordista mundial com 22s43 -, que tinha feito 23s15 nesta temporada. A terceira colocação da prova foi do sul-africano Roland Schoeman com a marca de 23s39.

Cielo, que ainda vai disputar outras quatro provas neste Pan-Pacífico – 100 e 50 metros livre e o revezamento 4×100 metros medley -, destacou a sorte que teve em sua estreia com uma touca dourada. “Realmente a touca deu sorte. Estou contente até porque o primeiro dia é o que costuma ditar o ritmo. Não era minha principal prova, mas tudo o que é 50 metros eu nado. Falei para o Brett (Hawke, seu técnico nos Estados Unidos). Se tem velocidade, eu nado”, afirmou Cielo, em entrevista à SporTV, após vencer a prova.

As duas medalhas desta quarta já garantem ao Brasil o melhor desempenho da história do Pan-Pacífico. Em 1985, em Tóquio (Japão), o País havia conquistado um ouro e um bronze com Ricardo Prado – campeão nos 400 metros medley e terceiro lugar nos 200 metros borboleta.

Publicidade

Cielo disputa nesta quinta-feira os 100 metros livre. As eliminatórias são às 10h e a final, às 22h.

(com Agência Estado)

Publicidade