Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cerca de cinco mil pessoas assistem a treino do UFC em Copacabana

Por Da Redação - 24 ago 2011, 20h14

Foi realizado, nesta quarta-feira, o tradicional treino que antecede as lutas para o UFC Rio (Ultimate Fighting Championship). O evento está marcado para o sábado, na HSBC Arena, na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro). Cerca de cinco mil pessoas foram à Praia de Copacabana prestigiar os lutadores, principalmente os brasileiros.

Pela primeira vez na história da modalidade, o ‘apronto’ foi ao ar livre. O verde-amarelo Anderson Silva, que defenderá o cinturão dos médios diante do japonês Yushin Okami, enalteceu o fato de poder lutar em casa.

‘Poder lutar em casa, diante da torcida brasileira, é um grande prazer. Essa festa é um reconhecimento do nosso trabalho, algo que ainda faltava no Brasil. O país precisava reconhecer o esforço de tantos lutadores talentosos’, afirmou.

Apesar da mobilização da torcida nacional, o desafiante asiático garantiu não estar intimidado. ‘Quero ser o melhor do mundo e vencer essa luta seria a grande prova disso. Sei que o Anderson é considerado favorito e também sei que a torcida estará do lado dele, mas não ligo’, disse.

Continua após a publicidade

Outro que representará o país anfitrião no octógono carioca é Rodrigo Minotauro, que enfrentará o norte-americano Brendan Schaub. O baiano valorizou a energia do público.

‘É muito legal sentir essa energia no público. Eu nunca tive a oportunidade de lutar em solo brasileiro e para mim foi muito emocionante ver essa galera toda aqui. Esperava um bom público, mas não essa loucura toda. É uma sensação muito diferente, não existe coisa igual à torcida brasileira’, expôs.

O paranaense Maurício Shogun – que fará um duelo de ex-campeões diante do norte-americano Forrest Griffin – endossou o discurso. ‘A gente está acostumado a ter esse tratamento de estrela nos Estados Unidos, mas aqui no Brasil é uma novidade, fico muito feliz com essa receptividade toda’, elogiou.

Publicidade