Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cena rara: time alemão se desculpa com torcida por revés

Líderes do Borussia Dortmund, o zagueiro Hummels e o goleiro Weinderfeller foram até o alambrado para acalmar os fãs; equipe ocupa a lanterna do torneio

O Borussia Dortmund tem uma das torcidas mais fanáticas da Europa – seus jogos em casa têm média de público de cerca de 80.000 espectadores, bastante barulhentos para os padrões do continente. Nos últimos anos, os torcedores se acostumaram a grandes campanhas. Com atletas do nível de Mario Götze e Robert Lewandowski, o Borussia conquistou o Campeonato Alemão em 2011 e 2012 e foi vice-campeão da Liga dos Campeões de 2013. Mas depois de perder aquela decisão e seus principais jogadores para o rival Bayern de Munique, o time amarga a pior campanha dos últimos tempos: atualmente é o último colocado do campeonato nacional, com 16 pontos, 30 a menos que o líder Bayern.

Leia também:

Com média de público de 71 mil, Bayern ampliará estádio

Milan apresenta projeto de estádio futurista

Neymar também terá de se explicar à Justiça espanhola

Nesta quarta-feira, a equipe de Dortmund foi novamente derrotada, pelo Augsburg, por 1 a 0, em casa. Os dois principais líderes do time, o goleiro Roman Weinderfeller e o zagueiro Mats Hummels (dois campeões do mundo no Brasil), foram até o alambrado do Estádio Signal Iduna Park para conversar com os torcedores. Sem qualquer tipo de violência física, os fãs cobraram os atletas pela situação e ouviram pedidos de desculpas, de acordo com a imprensa alemã. Enquanto isso, o técnico Jürgen Klopp, outro remanescente dos recentes tempos de glórias, e os outros jogadores pareciam surpresos ao observar a cena. Titular da Alemanha na Copa, o capitão Hummels teve propostas do Barcelona e do Real Madrid, entre outros gigantes da Europa, mas preferiu permanecer no Borussia.