Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Celtics vencem série e vão à final da Conferência Leste da NBA

Por Da Redação - 27 maio 2012, 01h42

Redação Esportes EUA, 26 mai (EFE).- O Boston Celtics venceu na noite deste sábado o confronto final contra o Philadelphia Sixers pelo placar de 85 a 75 e fechou a série melhor de sete jogos em 4 a 3, conseguindo a vaga para a final da Conferência Leste dos playoffs da NBA contra o Miami Heat.

O primeiro jogo da série pelo título será na segunda-feira no American Airlines Arena de Miami, onde o Heat terá a vantagem de campo.

O destaque dos Celtics foi o armador Rajon Rondo que comandou a equipe e marcou 18 pontos, dez assistências e dez rebotes, sendo decisivo em todas as facetas do jogo dos Celtics.

‘Rondo surgiu como o líder que tornou possível que nossa equipe pudesse seguir na luta pelo título de liga’, comentou o técnico dos Celtics, Doc Rivers.

Publicidade

Junto a Rondo, o veterano ala-pivô Kevin Garnett também foi decisivo ao conseguir um duplo-duplo de 18 pontos, 13 rebotes e duas roubadas de bola.

O ala-pivô Brandon Bass também se destacou no ataque ao conseguir 16 pontos, dar quatro assistências e pegar dois rebotes.

Paul Pierce antes de ser eliminado por seis faltas pessoais marcou 15 pontos, pegou nove rebotes, deu três tocos, três assistências e fez duas roubadas de bola.

O ala Andre Iguodala converteu 18 pontos, pegou quatro rebotes e deu três assistências que o deixaram como o líder do ataque dos Sixers que tiveram apenas três jogadores com dez pontos ou mais.

Publicidade

Um deles foi o armador Jrue Holiday que marcou 15 pontos, deu nove assistências, pegou cinco bolas e capturou três rebotes.

A eliminação dos Sixers deixou à competição da NBA na Conferência Leste sem a equipe que gerou a maior surpresa ao eliminar na primeira rodada (quartas de final) o Chicago Bulls, os grandes favoritos a lutar pelo título.

Mas contra os Celtics, a experiência e a classe de individualismo de Rondo, Garnett e Pierce estabeleceram a diferença e os Sixers disseram adeus à competição e a uma temporada muito boa. EFE

Publicidade